Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


Deixe um comentário

Adeus Jair !

Tristeza, lá se foi a simpatia e bom-humor contagiante do grande Jair Rodrigues, daqui para frente só os registros de sua obra, que Oyá o conduza a bom lugar no Orum…. Para relembrar, um momento muito significativo de quem além de grande representante da MPB é considerado pela juventude como o precursor do RAP no Brasil :


22 Comentários

Linda Rosa, música com Maria Gadu, interpretação.

Maria_Gadú_e_Leandro_Léo_2

Maria Gadú & Leandro Léo, interpretam Linda rosa.

Hoje pela manhã ainda na cama ouvi essa música pelo rádio, a melodia muito interessante me pareceu uma modernização das românticas valsinhas que se tocavam nos coretos das praças de muito antigamente, a letra (muito bem encaixada e com requintes de poesia das antigas) colaborou para a impressão…, porém o que me  “encafifou” foi que tal qual boa poesia, a letra não é “direta”… ou seja, necessita uma interpretação atenta para ser de fato compreendida, eis a letra :

Pior que o melhor de dois
Melhor do que sofrer depois
Se é isso que me tem ao certo
A moça de sorriso aberto

Ingênua de vestido assusta
Afasta-me do ego imposto
Ouvinte claro, brilho no rosto
Abandonada por falta de gosto

Agora sei não mais reclama
Pois dores são incapazes
E pobres desses rapazes
Que tentam lhe fazer feliz

Escolha feita inconsciente
De coração não mais roubado
Homem feliz, mulher carente
A linda rosa perdeu pro cravo

Mais tarde fui atrás da letra pela web, li e reli, e entendi que era na realidade uma bela poesia sobre sexualidade, mais precisamente sobre bissexualidade feminina, suas dúvidas e dificuldades,  em outra busca (agora por interpretações sobre a letra) tive meu entendimento corroborado por interpretações semelhantes a minha  (que segue abaixo)

Pior que o melhor de dois
Melhor do que sofrer depois, “Pior que o melhor de dois” tem várias possibilidades por ai encontramos com o sentido de “melhor de dois mundos”, uma junção de coisas aparentemente distintas como masculino e feminino, ou uma escolha que contemple não apenas uma opção, pode ser também “pior” que o sexo masculino e feminino se completando no ato, melhor de dois é também uma metáfora para um encontro heterosexual, aquele lance do “côncavo e o convexo” de que falava o Roberto) pode ser também relativo a não aproveitar a bissexualidade e fazer uma escolha “não vantajosa” para uma mulher hetero ou bissexual, opção pela relação de iguais, mulher/mulher, ou seja é uma alusão a relação entre mulheres… ( na qual pelo menos na visão majoritária vai sempre “faltar” alguma coisa…),  já o “Melhor do que sofrer depois”  aduz ao fato que muitas mulheres optam por relações homossexuais (mais por carência afetiva que por atração física) após desapontamentos em relações hetero, acreditando que não sofrerarão novas decepções pois mulheres são em tese mais sinceras e fiéis…, cabe observar que na maioria de tais casos trata-se na realidade de bissexuais ou  “falsas lésbicas” (aquelas que não tem a real orientação exclusivamente lésbica, mas que pelas circunstâncias, entram e ficam “presas” no meio, com dificuldade em retomar relações hétero mesmo que eventuais).

Se é isso que me tem ao certo
A moça de sorriso aberto   (aqui se confirma a ideia de que o exposto acima é a questão que envolve a moça)

Ingênua de vestido assusta
Afasta-me do ego imposto (aqui se fala sobre a feminilidade visível da moça e do efeito que a sexualidade “não esperada” causa aos outros, por outro lado, o “ego imposto” se refere tanto ao ego ferido dos rapazes que ao perceberem do que se trata tentam “reverter” a  “homossexualidade” da moça, bem como, da dificuldade da própria moça em aceitar relacionamentos heteros, o tradicional imposto pela sociedade, família…, ou seja, apenas para satisfazer o ego,  confirmando uma “boa imagem” para ela)

Ouvinte claro, brilho no rosto
Abandonada por falta de gosto (aqui se fala de confidências, o pretendente-amigo que a ouve sobre a sexualidade, histórias de amores antigos e dúvidas, o “brilho no rosto” tanto pode ser uma alusão ao aparente interesse e compreensão solidária do “ouvinte”, quanto a importância e expectativas que ele ganha no processo (talvez um “salvador da pátria” em momento de dúvidas e fragilidade), mas que no final acaba desistindo e abandonando-a, pois percebe que homens não a interessam suficientemente, [falta de gosto, gosto insuficiente por homens ]. )

Agora sei não mais reclama
Pois dores são incapazes ( percebendo  que confidenciar não sensibiliza nem resolve as suas angústias, a moça opta por parar de se expor, não fala mais de suas questões, oculta-as dos pretendentes)
E pobres desses rapazes
Que tentam lhe fazer feliz  (referência aos homens que se aproximam, mas não sabendo da sua dubiedade, ou sabendo, constatam que não podem conquista-la plenamente se frustram e sofrem)

Escolha feita inconsciente ( “consciente” no meio gay  é um sinônimo “codificado” de “entendido(a)” , ou seja, homossexual; “inconsciente” indica que houve  uma opção pela  não homossexualidade, escolheu-se uma relação hétero…)
De coração não mais roubado ( sem paixão, uma escolha pelo lado “racional” ou por carência/conveniência)
Homem feliz, mulher carente ( o “escolhido”  ficou feliz pela “conquista”, mas ela carente por ter “sufocado” o seu “outro lado”)
A linda rosa perdeu pro cravo ( linda rosa evoca o feminino (a moça) e cravo o masculino (o escolhido), a moça ficou em desvantagem em relação ao “masculino”, e aqui um novo parênteses, por se tratar de uma questão que envolve gênero [que transcende o sexo biológico], pode-se estar falando tanto de um homem real, quanto de um “masculino não biológico”, ou seja, de uma “mulher masculina”, em ambos os casos há a desvantagem para ela, pois sendo bissexual, no relacionamento escolhido apenas uma das orientações é atendida plenamente, ou seja, de um jeito ou de outro ela perde) .

Bom gente, toda interpretação das coisas vem da nossa visão de mundo e das nossas vivências, lógico que quem escreveu podia não estar exatamente com tudo isso na cabeça, ou que uma pessoa de orientação homossexual ou transexual, enxergue diferente, a partir da sua  visão particular.

É isso, agora o vídeo… (com direito a “príncipe” ) 🙂


1 comentário

O que você faria? furto de Bicicleta (Cara Branco, Cara Negro, Moça Bonita)

Este é um “experimento social” (pegadinha) feito nos EUA, mas que não teria um desfecho muito diferente no Brasil…(exceto pelo fato de que talvez um ou outro ligasse discretamente para a polícia no caso cara branco, e muito provavelmente o cara negro teria sido linchado antes que tivesse chance de explicar qualquer coisa ou ser salvo pela equipe de produção…), infelizmente o vídeo não possui legendas nem tradução em português (até tentei baixar para legendar mas veio completamente sem som…), porém não importa a língua, as imagens valem por mil palavras, o que está acontecendo fica muito claro só observando as reações das pessoas…, alguém tem dúvidas da diferença de tratamento em função da cor ? (note que as roupas são similares,  local e situação são exatamente os mesmos…) e isso não acontece só em situações extremas e suspeitas, só sabe quem já viveu…

No Brasil foi feita experiência em vídeo semelhante (só que com as famigeradas portas giratórias de banco), advinha o resultado ? : http://www.contrafcut.org.br/noticias.asp?CodNoticia=24907&CodSubItem=36

E ai ? ainda acredita que não há “vantagens”  e “desvantagens” sociais por conta da cor ?, que julgamento de “mérito” não tem nenhuma relação direta ou derivada dessas  práticas que facilitam a vida de uns e dificulta a de outros ?.

 


Deixe um comentário

Mais um ícone da música amazonense se vai, Adeus Abílio !

abílio-juarez

O cantor Abílio Farias, 66 anos, um dos ícones da música popular amazonense faleceu ontem à noite ( sexta 14/06), após complicações cardíacas e renais, Abílio havia infartado na segunda.

Com uma carreira de 50 anos, era um cantor querido da massa amazonense,  uma curiosidade, nacionalmente atuou como cantor mascarado no já lendário programa do Chacrinha. Abílio deu uma guinada em sua vida nos últimos anos, após décadas de problemas com dependência química, era tido como pessoa afável e simpática, impressão reforçada em todas as vezes que nos encontramos,  na última vez me disse que entre outros planos estava abrindo sua  residência para lá receber regularmente em sessões musicais mais intimistas os amigos e admiradores, me convidou mas não tive a oportunidade de ir.

Intérprete com vários sucessos consagrados,  as minhas músicas favoritas eram “Coração Indeciso” (do  também já falecido mestre Domingos Lima) e “Mulher difícil o homem gosta” , aliás… músicas principais das minhas “palinhas” em espaços cedidos nas apresentações de alguns velhos conhecidos cantores/músicos da night manauara (em setembro passado tinha feito um pequeno post sobre o Abílio ).

Bom é isso, que seu espírito seja conduzido a bom lugar e descance em paz; saindo para um passada no velório… .

Abílio_farias


Deixe um comentário

Filmaço nacional : O Jardim das Folhas Sagradas

Eu já havia publicado este post no final de 2011, mas como o filme acabou não sendo lançado no circuito normal dos cinemas e nem em DVD, misteriosamente nem as já tradicionais “cópias-piloto” se encontrava ai pela web… (e não me pergunte os motivos, mas desconfio que “de repente” o filme entrou na categoria de “não comercializáveis” ou “exibíveis”, devido à temática…), por coincidência hoje descobri que foi disponibilizado integralmente no Youtube… :-), então estou atualizando o post, assista e se for o caso baixe logo pois sabe-se lá até quando estará disponível…, assisti e RECOMENDO, de fato um ótimo filme.

Um filme sobre a espiritualidade, ecologia e conflitos do cotidiano urbano. Jardim das Folhas Sagradas oferece o debate sobre bissexualidade, intolerância religiosa e preconceitos étnicos, ao mesmo tempo em que expõe nuances do Candomblé e discute a degradação das áreas verdes nas cidades vitimadas pela especulação imobiliária.

FILME COMPLETO :


Deixe um comentário

“Habemos Papam”, a vida imita a arte ou “premonição” ?

habemuspap

Na esteira do post passado e de todo o noticiário sobre a renúncia do Papa Bento XVI, uma “coincidência” quase premonitória (já que na realidade um Papa não renunciava há 600 anos) exceto no filme italiano “Habemos Papam”  de 2011… .

Assisti ao filme hoje (tem para baixar por toda web, basta procurar…, dê preferência para arquivo .RMVB que são menores (cerca de 330 Mb, contra 1Gb e tal das versões DVDRip)), a história é bem contada, e uma coisa que parecia improvável na realidade, incrivelmente se concretizou, com o Papa verdadeiro renunciando por não se julgar capaz de levar adiante a pesada missão de liderar a igreja católica.

O filme é muito divertido ao mesmo tempo que dramático ao expor as dúvidas existencialistas do personagem principal (vivido pelo ator Michel Piccoli que encarna muito convincentemente o Papa atormentado), cenas como um campeonato de volley entre os cardeais isolados no conclave dão o tom de surrealismo .

O Diretor Nanni Moretti, também participa na frente das câmeras, fazendo o papel do Psicanalista chamado pelo Vaticano para atender ao Papa em crise.

Ah! e não poderia deixar de falar da  cena animada com a linda música  “Todo cambia” do chileno Julio Numhauser e sucesso na voz  da finada argentina Mercedes Sosa (que eu adoro), na sequência o clipe com a música  :

E o Trailler oficial:


Recomendadíssimo curtir