Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


Deixe um comentário

O tráfico transatlântico em 2 minutos

interatativo-traficp-transatlânticoMaravilhosa e assustadora animação interativa em que em dois minutos é possível visualizar através de pontos móveis, as mais de 20 mil viagens de navios negreiros entre o século XVI e XIX trazendo escravizados africanos para o novo mundo, o mais interessante é que ao se dar pausa e clicar em qualquer um dos pontos é possível ver informações do navio: ano, nome, nacionalidade, origem, destino, quantidade de embarcados e de desembarcados. Clique na imagem do mapa para ser levado à página do mapa interativo.


1 comentário

O que Camarões tem a ver com o Brasil ????

Muito provavelmente a maioria dos brasileiros deve achar que nada (além de também ter verde e amarelo na bandeira…), mas com um pouco de atenção vamos ver que Camarões está na raiz de grande parte dos brasileiros…, como todos sabem, povos africanos foram traficados como escravos para o Brasil, mas como era e  é  a distribuição desses povos na África ? , veja o mapa abaixo :

Distribuição dos grandes-povos africanos em África.

Distribuição dos grandes-povos africanos em África. (clique na imagem para visualizar melhor)

Pois bem, com o tráfico transatlântico de africanos escravizados, dois grandes grupos ou grandes-povos foram trazidos para o Brasil (Bantus e Sudaneses, que por sua vez se configuram em diversos povos em cada uma das duas raízes), o esquema abaixo mostra os destinos gerais desses grupos.

Tráfico transatlântico, grandes-povos traficados e destinos brasileiros.

Tráfico transatlântico, grandes-povos traficados e destinos brasileiros.

E onde entra Camarões na História ?, vejamos…, muito antes disso, foi da região onde hoje é Camarões que o grande-povo Bantu (ou Banto como preferem alguns) um grupo étnico-linguístico na raiz de diversos povos(etnias) africanos, partiu para em tempos distantes (2.000 a.c.) “colonizar” quase metade da África, incluindo as ancestrais “Congo” e Angola, de onde foram trazidos os primeiros e a maior parte dos escravizados africanos, bem como de Moçambique (ai já um pouco mais tarde).

Fases da expansão Bantu  a partir de  onde hoje é Camarões.

Fases da expansão Bantu a partir de onde hoje é Camarões.

Com o tráfico negreiro (inclusive a partir de Camarões) a maior concentração Bantu se deu principalmente na região sudeste do Brasil (mas nos primórdios do tráfico transatlântico, também no nordeste…), do sudeste e do nordeste, esses escravizados foram direcionados também para outras regiões do Brasil como Sul, Centro-oeste e Norte, os próprios sudaneses se miscigenaram com os Bantus (que também já estavam na Bahia), e mais tarde com a circulação livre pelo país essa “miscigenção afro” aumentou, portanto a maior parte dos afrobrasileiros  tem fortemente o povo Bantu (de origem camaronesa) na sua raiz (e por que não dizer genericamente brasileiros ?, já que muitos dos que não se consideram negros, tem lá também seu “pezinho na África”…), para ficar mais claro essa distribuição no Brasil, veja o gráfico abaixo:

Destinos dos Bantos e Sudaneses no Brasil.

Destinos dos Bantos e Sudaneses no Brasil.

Respondida a pergunta-título do post ?, então…, é por isso que temos muito a ver com Camarões… e é por isso que hoje como bom descendente Bantu 😉 , estou na torcida pelo time  da nossa raiz 🙂 (e no jogo Brasil X Camarões, vou torcer pelo empate… )

Ah ! para finalizar, uma outra curiosidade; primeira seleção africana a fazer sucesso em copa (quem assistiu a copa de 90 e não lembra do Roger Milla ???), em 90 Camarões passou para as oitavas de final (o Brasil não…, e a partir da eliminação do Brasil o país inteiro “virou Camarões”, as bandeiras verde-amarelas ganharam detalhes vermelhos…) mas  na disputa pelas quartas perdeu e acabou a copa em 7º lugar.

Bora Cameroun !!!!,  pra cima da Croácia !!!! 🙂 Cameroun