Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


Deixe um comentário

“Habemos Papam”, a vida imita a arte ou “premonição” ?

habemuspap

Na esteira do post passado e de todo o noticiário sobre a renúncia do Papa Bento XVI, uma “coincidência” quase premonitória (já que na realidade um Papa não renunciava há 600 anos) exceto no filme italiano “Habemos Papam”  de 2011… .

Assisti ao filme hoje (tem para baixar por toda web, basta procurar…, dê preferência para arquivo .RMVB que são menores (cerca de 330 Mb, contra 1Gb e tal das versões DVDRip)), a história é bem contada, e uma coisa que parecia improvável na realidade, incrivelmente se concretizou, com o Papa verdadeiro renunciando por não se julgar capaz de levar adiante a pesada missão de liderar a igreja católica.

O filme é muito divertido ao mesmo tempo que dramático ao expor as dúvidas existencialistas do personagem principal (vivido pelo ator Michel Piccoli que encarna muito convincentemente o Papa atormentado), cenas como um campeonato de volley entre os cardeais isolados no conclave dão o tom de surrealismo .

O Diretor Nanni Moretti, também participa na frente das câmeras, fazendo o papel do Psicanalista chamado pelo Vaticano para atender ao Papa em crise.

Ah! e não poderia deixar de falar da  cena animada com a linda música  “Todo cambia” do chileno Julio Numhauser e sucesso na voz  da finada argentina Mercedes Sosa (que eu adoro), na sequência o clipe com a música  :

E o Trailler oficial:


Recomendadíssimo curtir