Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


1 comentário

Como é que é ?, PT + Maluf ????

Imagine um cidadão que entrou em coma lá pelo começo da década de 90,  lendo ou ouvindo a notícia que está pululando na mídia nas últimas 48 horas…, não precisa tanto, qualquer um que esteve  bem acordado até ontem (menos as cúpulas do PT e do PP) também deve estar com o mesmo nível de perplexidade (penso então nos militantes petistas históricos de base…) .

Tal qual um “samba do crioulo doido”  misturando histórias infantis  tão desconexas quanto a de Ali Baba  e a do sapo encantado e a princesa…, o inusitado anúncio prova  que em política  toda lógica é absolutamente inexata (ou pelo menos “flexibilérrima”) .

Está ai “a foto que não quer calar ” :

Ah ! esse 2012 e seus sinais…


Deixe um comentário

E ai Kamel e Cia Ltda. ? o que nos dizem sobre isso ?

VERGONHA para nosso país, 3 estudantes angolanos chamados de macacos  e depois alvejados a tiros em SP…, uma estudante de MESTRADO de 26 anos morta, uma outra (grávida) alvejada na barriga… ainda hospitalizada, pois é… para quem ainda acredita nessa baboseira de que no Brasil o preconceito e a discriminação são apenas  de cunho “social” e não racial, mais uma prova contundente do quanto isso está longe de ser verdade…, não é um caso isolado e esporádico mas chama a atenção por se tratar de universitários estrangeiros, muitos dos nossos jovens negros são assassinados covardemente quando não por viverem em áreas perigosas sendo vítimas potencializadas da violência, o são por boyzinhos ou por bandidos travestidos de policiais (de farda ou sem) pagos pelo estado justamente para dar proteção aos cidadãos.

Triste…


1 comentário

O tempo (por meu pai)

Juarez Clementino da Silva - *25/01/1936 +18/09/2010

Hoje completou-se um ano do passamento de meu pai,  uma figura estimada por todos que o conheceram; fez carreira militar e já na reserva  formou-se em Letras e se  pós-graduou em Filosofia,  um homem calmo, culto,  justo, muito bem-humorado e com alma de artista;  como minha homenagem publico  abaixo uma linda e contextual de suas poesias,  a qual penso que obviamente  fez para ser seu epitáfio  :

O tempo

De branco mármore e adorno reluzente

Majestoso e belo o mausoléu resplandece

Orgulhoso do olhar de toda gente

Que naquele campo santo o enaltece.

Outros sepulcros de corbelhas engalanados

No afã da gloria de seu dia

Não como ao primeiro em brilho comparados

Nem tão humildes quanto aos da periferia.

Nos fundos, marginais e desnudas covas

Escavadas em chão batido e ao relento

Resignados desde a origem em ter de suas

Somente a terra, a lua, o sol, e o firmamento.

Mas entre todos vi uma tão desprezada

Sem uma flor sequer a ornar-lhe a face

 Como se invisível estivesse ali postado

Ou ninguém mais no mundo dele se lembrasse.

Indaguei de sua sorte a triste sina

 O porquê de toda pompa do passado

Reduzir-se a aquele estado de ruína?

SIC TRANSITI GLORIA MUNDI

(Assim passa a gloria do mundo)

Respondeu-me transtornado:

Sou mais um túmulo que a insaciável traça crono devora

Ente eterno que no fundo dos séculos habita sem nenhuma piedade

Todas as coisas nele precipita.

Fui de reis, rainhas, e de toda a nobreza

Eis em mim tudo que restou da realeza.

Seus brasões, herdeiros, súditos, e seus tronos em ouro construídos

Foram por este que hoje me consome consumidos.

MAC TUB

(Estava escrito)

Porém creio que esta força que a tudo leva a destruição

Dê ao orgulho e a matéria sua real solução

Mas não apagara das gerações futuras

A lembrança daqueles que neste mundo cultuaram a

HUMILDADE, A CARIDADE E A ESPERANÇA !

                                                                                                                                                                    (Juarez Clementino da Silva)

 

 


Deixe um comentário

Amazonenses: aprendendo na marra os efeitos da universalização na concorrência para a universidade.

A UFAM-Universidade Federal do Amazonas, assim como muitas universidades brasileiras, adotou no último processo seletivo o novo SISU (Sistema de Seleção Unificado do MEC) utilizando o resultado do ENEM em substituição ao vestibular (processo seletivo macro).

Como já havia previsto e dito em outros espaços, isso seria extremamente desvantajoso não apenas para os estudantes do Amazonas, mas para os de todos os estados fora do eixo de desenvolvimento  sul/sudeste brasileiro.

Resultado:  40% das vagas de Direito, 70% das de Odontologia, nas Engenharias uma média de 50% e  nada menos que 100%  das vagas de Medicina foram preenchidas por estudantes de outros estados…, quando visto no geral o percentual médio de classificação por estudantes de outros estados foi de 45% .

Não sei se foi ingenuidade, desconhecimento da realidade, excesso de confiança ou tudo isso junto…, mas estava "na cara" que isso iria acontecer; motivos ???; simples… : a diferença dos níveis gerais de desenvolvimento econômico e social (que se reflete nas oportunidades educacionais e por conseguinte no coeficiente competitivo de acesso universitário) entre as regiões.

Ao basear-se na ideia que formalmente "todos são iguais" (portanto em tese, aptos a concorrer  "de igual para igual" sem qualquer reserva por recorte) cometeu-se o grave equívoco de ignorar a questão da "desigualdade material" .

Isso não quer dizer que o estudante amazonense  ou amazônida seja "menos capaz", "menos inteligente" ou "menos esforçado" que os dos estados mais desenvolvidos, mas simplesmente que toda uma situação histórico-social leva os estudantes dos estados mais desenvolvidos a terem no geral mais e melhores oportunidades  e qualidade de ensino,  que os leva obviamente a se sairem bem ou ligeiramente melhor em competição direta, sem reserva de vagas ou sem elemento equalizador (bônus na média por exemplo).

Em outras palavras; para quem ainda não tinha entendido o motivo pelo qual se defende as Ações Afirmativas no Ensino Superior (notadamente as COTAS SOCIAIS e SÓCIO-RACIAIS)  é exatamente o mesmo motivo…, não se trata de CAPACIDADE nem INTELIGÊNCIA, muito menos de qualquer "determinação  meramente biológica",  é antes de tudo uma questão de OPORTUNIDADES PRÉVIAS  HISTÓRICA E GENERALIZADAMENTE DESFAVORÁVEIS para determinadas POPULAÇÕES (seja observando o recorte regional, social, "racial", de gênero, etc…).

O mesmo sentimento de "injustiça" que agora se abate sobre os estudantes e pais amazonenses ao ver uma ocupação "regionalmente desproporcional" da Universidade Federal do Amazonas, deveria ser o mesmo ao se constatar a  desproporcional ocupação por cor e padrão de renda das universidades brasileiras ( coisa que ninguém "enxergava" nem achava "injusto", pois não lhes "apertava o calo").

Espero que agora (pelo menos os amazonenses e pessoas de outros estados prejudicados) parem de repetir alienadamente  as "pérolas" do pensamento excludente das "elites" (capitaneadas pelas do sul/sudeste) :

"O mérito é o que importa, tirou a nota mais alta?, leva…"

"O problema é a Educação básica, é preciso melhorá-la para que todos tenham igualdade " ( enquanto isso…, se  deixa como está o processo injusto de acesso por  mais algumas décadas, prejudicando gerações e mais gerações) .

"Se criar cotas, vai se acirrar o preconceito e o 'ódio regional'  "

"Se não mantiver como critério apenas o "mérito" do valor absoluto da nota de acesso, a qualidade da universidade vai cair"

"O amazonenses não deveriam aceitar cotas ou concursos presenciais locais, isso é 'esmola' "

"Todos temos a mesma capacidade, por qual motivo não concorrer 'de igual para igual'  entre os estados… ? "

"Existem amazonenses ricos também…, limitar vagas (cota) não é justo para com os 'pobres' de SP, RJ, MG… "

Talvez agora que estejam "sentindo na pele"  a iminência de uma ocupação da Universidade Federal proporcionalmente "injusta" e com uma competição "desleal"  (pelo menos nos cursos "filé") ,  entendam que em um país com tanta diversidade e desigualdade, não leva-la em conta na hora de preencher um espaço crítico para a mobilidade social  é muito injusto, principalmente quando se está do lado "prejudicado"… .


45 Comentários

Homem negro espancado no Carrefour acusado de tentar roubar o próprio carro

Carrão ? , nem pensar...

E ainda tem gente que fala em “paranóia”, “complexo”, etc…, quando a gente insiste que o racismo é uma praga viva no Brasil…, só mesmo o Ali Kamel no seu país da maravilhas (e Cia. Ltda) para  não  enxergar isso…

RACISMO e BARBÁRIE no CARREFOUR – O segurança e técnico em eletrônica Januário Alves de Santana, 39 anos, um negro, foi confundido com um ladrão e agredido por seguranças do supermercado Carrefour, em Osasco, na Grande São Paulo. Ele foi tomado como suspeito de tentar roubar seu próprio carro, um EcoSport.

A história é longa e absurdadamente revoltante, por isso não vou dar os detalhes aqui, ao invés disso estou dando o link para a excelente cobertura dada pela AFROPRESS  :  http://www.afropress.com/noticiasLer.asp?id=1965 ( já que para variar a grande mídia brasileira não publicou ou publicou completamente sem destaque e omitindo a questão do racismo),  hoje (doze dias depois) o ESTADÃO publicou na capa do caderno cidades de forma sucinta  (e como era de se esperar com pouca ênfase na questão do racismo) : http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,acusado-de-roubar-seu-carro-cliente-e-espancado-em-mercado,421145,0.htm

Para quem insiste em dizer que a discriminação no Brasil  é “social” e não racial, estou “quase dando a mão a palmatória…”  é verdade… , quando o negro sai do seu “esteriótipo  e ‘lugar’ social ” ele “paga o preço”, afinal se ele não tivesse um carro bacana, talvez nada disso tivesse acontecido não é mesmo ???? , cansado de ter problemas por sua situação social não condizer com o “esperado” pela sociedade, a vítima já pensa em vender o “carro problemático” ; enquanto isso nos EUA negros de posses são presos dentro de suas próprias casas acusados de estar “se roubando”…, pois é e tem gente que ainda diz que a nossa situação não tem nada a ver com a dos americanos…, não tem mesmo, imagine a possibilidade do Presidente Lula chamar a vítima e os “seguranças predadores” para uma “cervejinha” no Alvorada  a fim de “pacificar” o mal entendido… .

Deus me livre de por as rodas do meu vistoso Adventure no estacionamento dessa rede…, BOICOTE JÁ.