Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


2 Comentários

Legião flashback

Não sou nem nunca fui exatamente o que se pode chamar de “roqueiro”, mas sendo rock “do bom” (principalmente nacional)  eu sempre curti (também),  porém me parece que no momento atual, está havendo uma “conspiração astral”,  pois pela concentração de coisas relacionadas acontecendo, dá a impressão que está rolando uma “overdose de Legião Urbana”, que na minha opinião foi a melhor banda do rock nacional, e que junto com outras (principalmente as vindas de Brasília) embalou toda a minha geração (a tal geração coca-cola, como cantava Renato Russo), aquela turminha que chegou ao final da adolescência entre o início e a  metade dos anos 80 do século passado.

As vésperas do meu “meio-centenário” :-), essa “conspiração” envolve  dois filmes relacionados em cartaz (Somos tão Jovens e Faroeste Caboclo), um show do Marcelo Bonfá (Ex-Legião) aqui em Manaus, que ocorreu junto com a gravação do DVD da banda Critical Age (fazendo um tributo ao Legião) e a minha filhota adolescente que apesar de não ser “geração coca-cola” é completamente fissurada pelo Legião Urbana,  e que de presente de aniversário ganhou a ida ao show para poder viver o clima de show do Legião sem o Legião ( e óbvio que  o paizão não iria perder essa) :-).  E lá fomos nós…, afinal SOMOS TÃO JOVENS… 🙂 .

mosaico_show_bonfa_2


4 Comentários

A cobra comendo o rabo (ou adeus ano velho, feliz ano novo !)

Todo mundo conhece aquela imagem clássica da cobra comendo o próprio rabo, refletindo,  parece o fim sendo devorado pelo começo, ou uma sequência que "termina em um impasse eterno", ou seja, simplesmente não termina… assim parece ser a corrida do tempo, um ano se vai e  outro vem, mas até quando ? .

Alguns poderiam imaginar que o tempo é uma percepção "pessoal",  que um dia começa com a chegada à vida e termina com a partida dela…, mas sabemos que "não somos uma ilha", o nosso tempo é compartilhado com outras pessoas, portanto dividimos nossas vidas e mesmo percepções durante períodos variados, se o "tempo termina" para uns, não termina para outros…, o que levaria a conclusão que o tempo não é individual, é coletivo…;  mais,  que o passado está unido ao presente por uma série de "pontos de contato" e que assim se sucederá com o atual presente que no futuro será passado… . 

Sendo assim o tempo não começa nem termina, ficamos "presos" em alguma parte dele, partes que são percebidas ou não de acordo com o nível de consciência de cada um, em cada pedaço do tempo, estamos no passado, no presente ou no futuro ? , sei lá !!!, como diria Einsten :  Isso é relativo .

Só sei que na nossa percepção estamos prestes a avançar de ano no calendário (que também não é um consenso universal, já que a contagem do tempo é diferente em várias culturas) afinal estamos encerrando o ano 2009   ou de fato estamos a 40 dias do início de 4708 (calendário chinês)  ou em outra data qualquer em outros calendários ? .

Mas já que percebemos primária e principalmente o que nos rodeia, sim , termina um ciclo e começa outro;  revisões e reflexões se fazem, perspectivas se delineam, resoluções de ano novo se projetam…, enfim, a sensação de "renovação" nos invade.

Ao invés de "viajar" nessa reflexão poderia ter falado do que me aconteceu e como vi a vida no ano que acaba , mas isso já está registrado no blog… , poderia dizer sobre minhas "resoluções de ano novo", mas seria mera especulação pois como diria Renato Russo,  "é preciso amar as pessoas, como se não houvesse amanhã, porque se você parar para pensar…, na verdade , não há. "

Sendo assim, só me resta  agradecer, e desejar a cada um dos que me tem gentilmente acompanhado nesse blog, que dentro de suas percepções temporais, o novo ciclo terreno (que para muitos vai se iniciar  em poucas horas), seja repleto de felicidades e melhor que o que se encerra.

Muito Axé (energia vital), para tod@s !!!