Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


Deixe um comentário

É cada uma…; é pra rir, chorar ou chorar de rir ???

Quase 26 anos de ativismo e discussão temática (uns 15 na web), e vira e mexe me deparo com uns absurdos, que não sei se é para rir, para chorar, ou para chorar de rir… :-). Hoje tive um “papinho daqueles”, estava comentando em uma dessas  postagens dos outros que envolvia a temática racismo, quando surge na thread uma antiga conhecida do mundo real (com quem costumo ter virtualmente umas desavenças por conta das “coxinhisses” e reacionarismo histriônico), dizendo que na sua visão, o assunto não tinha nada a ver com “raça” ou racismo. Fui responder que na nossa sociedade se observar atentamente todo fato negativo envolvendo pessoas de cores distintas, tende a ter a cor como variável que influencia ou influenciou o quiprocó (ou boa parte dele…) .   A coisa virou uma “bola de neve” com ela negando e minimizando a questão racial e eu dando exemplos do reconhecimento internacional (pela ONU) e nacional (pelo estado brasileiro por meio de diversas instâncias, incluindo o governo federal) da estrutura racista e institucionalizada da sociedade brasileira ( já pensou ver alguém dizer que a ONU não tem credibilidade?, pois é… vivi para ver isso) , até a coisa ficar tensa.  A referência ao uso do termo “raça” vem de um comentário descabido um pouco antes do mostrado no fim da conversa, cujo print (com algumas intervenções, e o nome da interlocutora omitido pois estou discutindo a situação, não a pessoa…) ).

Segue abaixo… :

print-conversa-doida

E ai ? é para rir, para chorar, ou para chorar de rir… 🙂


Deixe um comentário

Joio do Joio, a blogosfera "reaça" e Cia Ltda.

Print de post racista travestido de "cômico" em blog "reaça"

Infelizmente, a mesma popularização da tecnologia  que permitiu  a quebra da exclusividade da comunicação de massa pelos tradicionais e grandes veículos de comunicação (o que por tabela quebrou a hegemonia  ideológica  e político-editorial, que "filtrava" e moldava a informação publicada  de acordo com os interesses de quem "podia mais"), dando assim  "voz a quem não tinha", permitiu ao mesmo tempo, que reacionários de todos os naipes  e o que há de pior no pensamento contrário aos avanços necessários para uma sociedade mais igualitária, justa e solidária,  tivessem também .

Nessa blogosfera "reaça",  que faz "fronteira"  com o clara e indiscutivelmente ilegal, como  Neo-Nazis, White Powers e congêneres, temos os "META" (meta-racistas, meta-classistas, meta-sexistas, meta-homofóbicos, meta-intolerantes religiosos, meta-regionalistas… ), enfim, todo um conjunto de "pensadores reacionários"  que reproduzem através de metalinguagem, um discurso cínico e travestido de "bonzinho", "bem-intencionado" ou "indignado"  visando meramente fazer propaganda e proselitismo (cooptar novos adeptos) para suas ideias. 

Hoje tomei conhecimento de um desses blogs, que travestido de "cômico e indignado",  aproveita para exercitar alguns dos "meta" citados…,  em um post no seguinte link aproveita para "flertar com o racismo", com o preconceito de classe, origem e com  todo o  discurso da "direita frustrada" : http://o-mascate.blogspot.com/2009/06/brogue-da-pretobras.html (e prestem muita atenção nas respostas aos comentários)

Fica bem claro para quem tem um pouco de discernimento, verificar  o que  de fato tenta perpetuar esse pessoal de  "discurso indignado", de "brincadeiras" de péssimo gosto e que insistem que "não estão fazendo nada de mais" , que "a maldade está na cabeça dos outros" ou é pura imaginação/ paranóia de quem reclama…

Não deixem de se manifestar lá e aqui…, além de reproduzir / repassar a notícia.

"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, dos sem-caráter, dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)