Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


Deixe um comentário

Avião com dois amazonenses a bordo e mais de 600 tabletes de cocaína é abatido na Venezuela | Notícias | Acritica.com – Manaus – Amazonas

Só estou aqui imaginando…

1- O que um avião brasileiro estaria fazendo no espaço aéreo venezuelano sem plano de voo autorizado e sem resposta a interceptação ?

2- Foi abatido a metralhadora ? , pois  explodido não chegaria tão “compacto” ao chão…

3- Como é que em um avião destroçado e queimado desse jeito, a carga não sofre absolutamente nada, os ocupantes carbonizam, mas seus documentos e dinheiro permanecem intactos (nem chamuscados) ???? 4- Como é que a identificação da aeronave e o falso prefixo não queimaram ? Se não abrirem para os peritos da FAB investigarem in loco, pode estar certo que tem coisa… e se abrirem vai ter mais ainda… , aliás essa história está cheia de mistérios.

Avião com dois amazonenses a bordo e mais de 600 tabletes de cocaína é abatido na Venezuela | Notícias | Acritica.com – Manaus – Amazonas.


2 Comentários

Até tu Joelma ???

joelma-gays

Todo mundo tem direito de ter suas convicções, venham elas de base cultural, ética ou moral/religiosa ( mesmo que equivocadas ou questionáveis), só não dá para agregar impunemente besteiras ao seu discurso sem esperar que tudo o que diga, não seja bem aceito por todos e pior que não seja contestado (e por vezes fortemente), ser contra o casamento gay por convicções religiosas não é o problema, o problema é o seu entendimento sobre orientação sexual e principalmente sua visão da homossexual como “doença/vício”, já que entende que a mesma é passível de “regeneração/recuperação”… .

A cantora Joelma, até por ser “musa” e ter boa parte de seus fãs na comunidade Gay (além de obviamente ter muitos no seu entorno profissional), bem que poderia ter uma mente mais aberta (ou pelo menos uma boca mais fechada…, aliás, bem que esses fãs deslumbrados e inconscientes, poderiam se ligar e abandonar de vez a sua “JoelmaMania” e encontrar uma “Diva” que ao menos os respeitasse e entendesse…)  .

Não satisfeita com a besteira I, ao tentar se explicar, piorou ainda mais…

“Eu não comparei gays às drogas. Disse que a recuperação é tão difícil quanto, mas Deus faz o impossível. Falo em recuperação porque conheço pessoas que saíram dessa. Foi muito difícil, mas Deus pode absolutamente tudo”.

Lascou !!!!,  “regenerar” ?,  “recuperação” ????,  que é isso D. Joelma ????; orientação sexual é doença ???, é uma “dependência”, um “vício” ?, tem “cura” ????; desculpem, ignorância natural a gente até compreende, perdoa…, porém ando ficando cada vez mais insurgente contra esse tipo de “ignorância introjetada” que vem todos sabem de onde, de uma cada vez maior alienação provocada por arautos da intolerância e da discriminação…, ainda bem que não existe inferno (e os fariseus-chefes sabem bem disso, pois não tem qualquer escrúpulo em insistir em todas suas práticas nefastas), pois se tivesse era um lugar perfeito para mandar por toda a eternidade todos esses disseminadores da intolerância e ignorância.


Deixe um comentário

REDUÇÃO DE DANOS, o que é isso ?

É um “novo” (não tão novo na realidade, em países mais desenvolvidos tem já uns 30 anos) paradigma adotado nas políticas de saúde pública com relação a patologias, etc… motivadas principalmente por questões comportamentais, a exemplo de consumo de drogas, alcoolismo e mesmo DSTs.

A ideia é simples, se não é possível eliminar de imediato a dependência ou o comportamento de risco, que se reduzam os danos  (à família e a sociedade em geral) bem como para o próprio adoecido ou potencial adoecido, isso pode ocorrer através de uma abordagem diferente ao público alvo das ações, com atendimento externo (ir até ele ao invés de esperar que ele venha em busca da ajuda) e sem uma posição “acusatória” , mas de compreensão da realidade e mesmo de respeito e valorização de quem precisa da ajuda.

Um dos primeiros exemplos desse paradigma foi a distribuição gratuita de preservativos, para grupos de alto risco (como os envolvidos com prostituição ou alta promiscuidade por exemplo ) ou ainda nos eventos em que as possibilidades de sexo casual “epidêmico”  está altamente relacionado, como as festas do carnaval, boi-bumbá, etc… , a ideia foi :  já que não é possível eliminar a prática sexual, que pelo menos ela se torne mais segura e por conseguinte com menores consequências sociais (como DSTs, gravidez indesejada, e todos os posteriores problemas que se originam dai ).

No caso das drogas, a ideia não é distribui-las gratuitamente (pois são ilegais), mas tentar  reduzir problemas advindos por exemplo do uso compartilhado de seringas (essas sim podem ser distribuídas para os grupos de risco),  favorecer a integração adicto/família a fim de aumentar a auto-estima e facilitar o tratamento e evitar eventuais furtos para manter a dependência, ao mesmo tempo em que se realiza uma desintoxicação paulatina (sem uma abstinência radical, que em geral tem alta reincidência), a descriminilização do simples  usuário, também evita que o problema se agrave ainda mais por prisões e convivência com a “bandidagem” de alta periculosidade, ao mesmo tempo em que se fomenta no usuário o cuidado com outros elementos importantes para a manutenção geral de sua saúde, como boa alimentação, etc… .

No caso do alcoolismo,  o conceito e ações seguem com os devidos ajustes a mesma linha, estuda-se por exemplo também aplicar o paradigma na questão dos abortos ilegais.

A redução de danos é um paradigma  realista e que  pode também ser aplicado  a outras questões sociais, para além das questões de saúde pública.

Exemplos de programas de redução de danos:

http://www.brasil.gov.br/enfrentandoocrack/cuidado/reducao-de-danos

http://www.proad.unifesp.br/reducao_de_danos.htm

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1100945-governo-estuda-adotar-medidas-de-reducao-de-danos-para-aborto-ilegal.shtml


Deixe um comentário

"Leu na Veja ?, azar o seu…" II : Daime a "bola da vez"

Imagem retirada de um dos milhares de sites e blogs anti-Veja (não me pergunte qual)

 

Seguindo a costumeira falta de compromisso com uma coisa chamada jornalismo sério, a revista semanal  favorita de quem gosta de ler ficção reacionária com jeitão de  "informação relevante";  dessa vez resolveu a partir do assasinato do famoso cartunista Glauco e seu filho, "declarar guerra" ao Santo Daime (doutrina religiosa de origem amazônica).

O Daime (como é mais conhecida), surgiu na década de 30 do século  passado no  Acre em meio a  floresta amazônica, seu fundador era um negro  chamado Raimundo Irineu Serra (Mestre Irineu).  Que de acordo  com a tradição daimista teve  uma revelação sobre  uma nova doutrina de cunho cristão, a partir de uma experiência com a Ayahuasca (beberagem xamânica que causa "visões", também chamada vinho das almas ou Santo Daime). Diz-se também que  Mestre Irineu recebeu a Doutrina em uma das suas "visões"  via Santo Daime, em que  ocorreu uma aparição de Nossa Senhora da Conceição; a base da doutrina possui influências cristãs  através do  que  eles dizem  ser uma "nova leitura dos Evangelhos à luz do Santo Daime", reforçando princípios de Amor, Caridade e Fraternidade (ai já em um "flerte" com a doutrina espírita).

De acordo com a Constituição, "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;"  ; complementando, o uso de substâncias utilizadas em rituais  (caso do Santo Daime)  é permitido através de  resolução federal …

Mas a revista (mais uma vez na contra-mão do bom senso), alardeia irresponsável  e "catastróficamente",  confunde, questiona sem comprovação,  generaliza a exceção, deturpa e o pior de tudo… continua vendendo… .

Não é o caso de fazer "apologia do Daime", defesa do uso de "alucinógenos" de qualquer sorte, ou ser "progressista" … (muito menos de  "ignorar" o "perigo"  do flerte com situações que podem fugir do controle ou  comportamentos  e "novidades" nada ortodoxos…), o  nosso questionamento mais que com  os objetos das  tradicionais "polêmicas-vende-revista"  semanais, é com a forma com que invariavelmente a revista e seus "jornalistas-satélites"  tratam as questões.

Não dá para aceitar calado os descabidos e  covardes ataques a tudo e todos…, a serviço de uma ideologia reacionária e de interesses nada populares…,  por isso lembro o poema:

“Primeiro vieram buscar os judeus e eu não me incomodei porque não era judeu.
Depois levaram os comunistas e eu também não me importei, pois não era comunista.
Levaram os liberais e também encolhi os ombros. Nunca fui liberal.
Em seguida os católicos, mas eu era protestante.
Quando me vieram buscar já não havia ninguém para me defender…”.

(Martin Niemöller (1892-1984), sobre sua vida na Alemanha Nazista.)

Pensem nisso…


Deixe um comentário

"Leu na Veja ?, azar o seu…" II : Daime a "bola da vez"

Imagem retirada de um dos milhares de sites e blogs anti-Veja (não me pergunte qual)

 

Seguindo a costumeira falta de compromisso com uma coisa chamada jornalismo sério, a revista semanal  favorita de quem gosta de ler ficção reacionária com jeitão de  "informação relevante";  dessa vez resolveu a partir do assasinato do famoso cartunista Glauco e seu filho, "declarar guerra" ao Santo Daime (doutrina religiosa de origem amazônica).

O Daime (como é mais conhecida), surgiu na década de 30 do século  passado no  Acre em meio a  floresta amazônica, seu fundador era um negro  chamado Raimundo Irineu Serra (Mestre Irineu).  Que de acordo  com a tradição daimista teve  uma revelação sobre  uma nova doutrina de cunho cristão, a partir de uma experiência com a Ayahuasca (beberagem xamânica que causa "visões", também chamada vinho das almas ou Santo Daime). Diz-se também que  Mestre Irineu recebeu a Doutrina em uma das suas "visões"  via Santo Daime, em que  ocorreu uma aparição de Nossa Senhora da Conceição; a base da doutrina possui influências cristãs  através do  que  eles dizem  ser uma "nova leitura dos Evangelhos à luz do Santo Daime", reforçando princípios de Amor, Caridade e Fraternidade (ai já em um "flerte" com a doutrina espírita).

De acordo com a Constituição, "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;"  ; complementando, o uso de substâncias utilizadas em rituais  (caso do Santo Daime)  é permitido através de  resolução federal …

Mas a revista (mais uma vez na contra-mão do bom senso), alardeia irresponsável  e "catastróficamente",  confunde, questiona sem comprovação,  generaliza a exceção, deturpa e o pior de tudo… continua vendendo… .

Não é o caso de fazer "apologia do Daime", defesa do uso de "alucinógenos" de qualquer sorte, ou ser "progressista" … (muito menos de  "ignorar" o "perigo"  do flerte com situações que podem fugir do controle ou  comportamentos  e "novidades" nada ortodoxos…), o  nosso questionamento mais que com  os objetos das  tradicionais "polêmicas-vende-revista"  semanais, é com a forma com que invariavelmente a revista e seus "jornalistas-satélites"  tratam as questões.

Não dá para aceitar calado os descabidos e  covardes ataques a tudo e todos…, a serviço de uma ideologia reacionária e de interesses nada populares…,  por isso lembro o poema:

“Primeiro vieram buscar os judeus e eu não me incomodei porque não era judeu.
Depois levaram os comunistas e eu também não me importei, pois não era comunista.
Levaram os liberais e também encolhi os ombros. Nunca fui liberal.
Em seguida os católicos, mas eu era protestante.
Quando me vieram buscar já não havia ninguém para me defender…”.

(Martin Niemöller (1892-1984), sobre sua vida na Alemanha Nazista.)

Pensem nisso…


2 Comentários

Mulher, Negra,"Humilde", Nortista e Evangélica…

Sen. Marina Silva (com visual menos sisudo que o consagrado na mídia)

Sen. Marina Silva (com visual menos sisudo que o consagrado na mídia)

Esse é parte do perfil da virtual pré-candidata do PV à Presidência da República na campanha de 2010.

Em entrevista à revista Veja, a Senadora pelo Acre,  nascida nos seringais, alfabetizada pelo Mobral e formada em Universidade Federal,  companheira de lutas de Chico Mendes, co-fundadora histórica do PT e ex-ministra do meio-ambiente ;  deixou claro de maneira não costumeira, sua posição enquanto negra…,  seu apoio as ações afirmativas e cotas universitárias, de assuntos polêmicos como religião, diversidade, aborto, drogas… e claro…, meio-ambiente.

Apesar de não assumir abertamente a candidatura,  já adiantou que não será uma “candidata negra”  nem “candidata mulher”   ou  “candidata-alguma-de-suas-peculiaridades”,  ao que indica adotando uma postura muito semelhante a da adotada por Barack |Obama  na   última campanha norte-americana, será a candidata “do novo” e  “do ambiente” , outro indicativo é que focará a juventude como eleitorado base…

Dou destque para a parte da fala, em que a entrevistadora pergunta se ela é favorável as cotas raciais nas universidades públicas, após a resposta afirmativa da Senadora,  a entrevistadora ( cuja revista é declaradamente anti-cotas) “lembrou” que  a Senadora apesar de negra e de origem humilde conseguiu entrar e cursar uma universidade federal, sem  a “ajuda”  de cotas…; no que foi pronta e firmemente retrucada , “Sou uma exceção !, tenho sete irmãos que não chegaram lá…” .

Particularmente gostei do que li.

Quanto a descrença de alguns em um “PV atrelado” até então às forças políticas como DEM e PSDB, bem como a aposta de que os mesmos estariam imaginando a Senadora Marina como uma “inocente útil” no trabalho de detonar a candidatura do PT, creio que os PSDB/DEMOS estão fazendo o seguinte raciocínio : Marina vai tentar levar o PV sozinho (ou com partidos de pouca expressão) e assim vai dividir os votos que teoricamente seriam do PT; favorecendo assim a candidatura tucana… que teria mais chances de garantir o segundo turno contra um PT bem mais fraco do que seria em um primeiro turno sem Marina…

Mas como em política tudo pode ocorrer… , Marina pode “fechar” uma acordo com seu antigo partido e dependendo da situação ao final do primeiro turno unirem forças para o segundo…, mesmo com toda máquina do governo vai ser difícil emplacar a Dilma para um segundo turno, com a Marina na disputa… o mais provável é que a essa altura o PT já tenha começado a estruturar o PLANO B (fazer a campanha com Dilma para se impor como “força” mas já se preparando para apoiar Marina no segundo turno), afinal para o Pres. LULA, fazer palanque para qualquer uma das suas duas ex-ministras e camaradas históricas não deve ser nenhum grande problema…

Agora  falando da penetração popular que Marina pode obter com suas 4 características peculiares: Mulher, Negra,”Humilde”, Nortista e Evangélica… (sem contar o AMBIENTALISTA de renome internacional, experiência como Senadora e Ministra , “ficha limpa” e “novidade em eleição presidencial” ) é algo espantoso…, nem o Presidente norte-americano BARACK OBAMA teve contextualmente um perfil tão “renovador” e popular quanto o de Marina… .

Marina lembra que durante as prévias democratas norte-americanas da última eleição, um amigo brincou que os americanos estavam no impasse de ter de escolher entre um negro e uma mulher, e que se ela fosse  a candidata a presidente , o eleitorado não teria esse problema pois ela é mulher e negra…

Para um mundo “em xeque” com a questão ambiental o histórico e perfil dela em uma regra de 3 estaria igual a de um Che Guevara na revolução cubana de Fidel.