Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


Deixe um comentário

Momento Histórico – Registro

foto-históricaSeguindo a minha “neoveia” de Historiador, aproveito para dar uma “facilitada” na vida de futuros pesquisadores (provavelmente “arqueólogos e historiadores digitais”), reproduzindo o registro de um momento histórico, até aonde sei  tal  reunião e registro  é extremamente peculiar,  o encontro e registro fotográfico das altas autoridades dos três poderes estaduais nem tanto, somado o Arcebispo local, mais raro, mas tudo junto e somado a um “Pai de Santo” (Sacerdote de Matriz Africana) militante LGBT e Negro e ainda na Catedral metropolitana, tem 99,99% de  probabilidade de  NUNCA  ter ocorrido antes…, um indicativo forte de que o respeito à diversidade pelo menos nas altas esferas do Amazonas está bem encaminhada…, e um “tapa na cara” dos intolerantes e ignorantes (é redundante mas não custa frisar) que passam dia e noite falando em “Diabo”, demonizando os cultos e praticantes das religiões afrobrasileiras e com atitudes e discursos homofóbicos, ou racistas;  bom seria se em todas as camadas da sociedade e situações sucedesse o mesmo nível de tolerância e respeito mútuo.

Anúncios


2 Comentários

Empossada primeira Desembargadora Negra do TJRJ.

desmbargadora ivone

Posse da Desembargadora Ivone Caetano, TJRJ

Dois anos e meio atrás tínhamos a notícia de que a 1ª  Juíza negra do Brasil, Luislinda Valois , do TJBA, após estar apta e tentar promoção à desembargadoria desde 2003, (caso até então nunca votado pelo Tribunal), no dia 6 de dezembro de 2011, conseguiu que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinasse por unanimidade que o TJBA julgasse o seu caso, foi então aos 69 anos e 11 meses de idade, promovida a Desembargadora no dia 19 de dezembro de 2011, para se aposentar compulsoriamente aos 70 anos de idade, exatos um mês e um dia depois… . vide (http://g1.globo.com/bahia/noticia/2011/12/apos-8-anos-de-espera-luislinda-valouis-e-nomeada-desembargadora.html)

Hoje nos chega a notícia que 5 dias atrás, foi eleita Desembargadora do TJRJ pelo critério de merecimento, aos 69 anos e  8 meses de idade a magistrada Ivone Caetano, na sétima tentativa,   a desembargadora permanecerá no cargo até setembro (por quatro meses) quando completará 70 anos e se aposenta compulsoriamente. vide (http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2014-05-26/primeira-desembargadora-negra-do-tribunal-de-justica-denuncia-racismo.html) .

Vi muita gente “festejando” a vitória e a  competência  da magistrada, alguns aproveitando para lembrar que ela chegou lá por merecimento e “sem cotas” …, mas pouca gente comentando o fato de ser após N tentativas ( por que então não antes ? ) e faltando pouquíssimo tempo para a aposentadoria… .

Ninguém discutindo a “coincidência” entre as duas vitoriosas sim, mas obviamente não tão “meritóriamente reconhecidas”  antes dos “44 minutos do segundo tempo”…

Como diria Kabengele Munanga “Sempre os primeiros e/ou os únicos” e eu acrescentaria, “e sempre na última e inevitável possibilidade de acesso”… .