Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


1 comentário

Só Batman não serve, “exigem” sempre o Super-Homem…

black_superman_400x400

Não tem jeito…, ontem  ouvi um comentário pelo rádio sobre a aposentadoria do Ministro presidente do STF Joaquim Barbosa… no qual se “sentenciou” ( mais ou menos assim) ” : “não tem cultura jurídica que justificasse estar lá (no STF)…, não é grande orador, não fala de improviso, tudo é lido, mas tem bons assessores”.

Ai eu me pergunto: o que uma pessoa negra graduada em Direito em Universidade Federal, aprovado em concurso da OAB (que reprova 90% dos candidatos) com DOIS MESTRADOS em Direito (um brasileiro outro Francês), um DOUTORADO (Francês), membro concursado (em óbvia larga concorrência) do Ministério Público Federal por duas décadas, tendo antes sido Chefe da Consultoria Jurídica do Ministério da Saúde e Advogado do SERPRO, autor de livros na área de Direito e Professor universitário (também concursado…,) indicado pelo presidente da república, sabatinado e aprovado pelo Congresso para ter assento na mais alta corte brasileira (e após uma década em tal…), enfim… o que precisaria ainda tal pessoa fazer para ser considerado “juridicamente culto” ????, ah ! já sei !!! talvez o Pós-Doutorado…, a pergunta é:  quantos dos atuais Ministros não o possuem ?, quantos dos que passaram pela corte suprema também não o possuíam ????,  e finalmente por que? entre tantos (e com certeza muitos deles sem ao menos  as mesmas credenciais ), coube justamente a ele ser atribuído a pecha de “o inculto jurídico” ???; bom parece que  de “Batman” já não está dando… talvez se esperasse que  fosse ao menos um Super-Homem… (aliás situação comum quando se trata de negros x posições de destaque), porém como dizia Martin Luther King  “Os negros são humanos, não super-humanos…” , ou seja,  não deveriam ser exigidos muito para além do que se exigiria de um não-negro para ser considerado  “igualmente meritoso”  a outrem que não tem  um “defeito de cor”.

Ah ! e antes que alguém saia pulando…, achando que inventei ou fiz “auto-atribuição racista”, explico que é uma IRONIA… e que o termo vem de longe no tempo, quando  os excepcionais negros com elevada instrução precisavam assinar um documento chamado “dispensa do defeito de cor”  em que humilhantemente renegavam a sua origem, declaravam serem “civilizados” como brancos e  rogavam à autoridade que lhe fosse feita dispensa  pelo “defeito de cor” abrindo assim exceção e possibilidade de assumir funções clericais, no serviço público de alto escalão, etc… . (vide : A dispensa do “defeito de cor” ou a origem do “negro de alma branca” ).


Deixe um comentário

“Habemos Papam”, a vida imita a arte ou “premonição” ?

habemuspap

Na esteira do post passado e de todo o noticiário sobre a renúncia do Papa Bento XVI, uma “coincidência” quase premonitória (já que na realidade um Papa não renunciava há 600 anos) exceto no filme italiano “Habemos Papam”  de 2011… .

Assisti ao filme hoje (tem para baixar por toda web, basta procurar…, dê preferência para arquivo .RMVB que são menores (cerca de 330 Mb, contra 1Gb e tal das versões DVDRip)), a história é bem contada, e uma coisa que parecia improvável na realidade, incrivelmente se concretizou, com o Papa verdadeiro renunciando por não se julgar capaz de levar adiante a pesada missão de liderar a igreja católica.

O filme é muito divertido ao mesmo tempo que dramático ao expor as dúvidas existencialistas do personagem principal (vivido pelo ator Michel Piccoli que encarna muito convincentemente o Papa atormentado), cenas como um campeonato de volley entre os cardeais isolados no conclave dão o tom de surrealismo .

O Diretor Nanni Moretti, também participa na frente das câmeras, fazendo o papel do Psicanalista chamado pelo Vaticano para atender ao Papa em crise.

Ah! e não poderia deixar de falar da  cena animada com a linda música  “Todo cambia” do chileno Julio Numhauser e sucesso na voz  da finada argentina Mercedes Sosa (que eu adoro), na sequência o clipe com a música  :

E o Trailler oficial:


Recomendadíssimo curtir


Deixe um comentário

Decidido: a culpa é do Galvão e do Jagger… :-)

Faltou o sal grosso… para neutralizar essa "dobradinha" 🙂

Quando ouvi o Galvão Bueno comentando no primeiro tempo do jogo Brasil x Holanda, que o Mick Jagger dos Rolling Stones, estava assistindo o jogo e torcendo para o Brasil (segundo ele, os argentinos são convictos que Jagger é um tremendo "pé-frio".. para quem ele torce… perde!), confesso que fiquei preocupado…, mas quando o Galvão disse que o Mick Jagger tinha mais é que torcer para o Brasil pois é pai de brasileiro e que ainda por cima ele ia cantar em homenagem à vitória do Brasil…, nesse momento, nesse exato momento, senti que a coisa ia "babar" …, não deu outra… Holanda 2 x Brasil 1, estamos fora da copa 2010, 🙂 ; gente não dá para segurar…, CALA A BOCA GALVÃO !!! 🙂

Agora é torcer por Gana…(pelo menos hoje…)


21 Comentários

Terremoto no Haiti fez cair prédios lá e máscaras aqui…

Fotomontagem blogdojuarez:   Arnaldo Jabor; o Cônsul do Haiti e a tragédia haitiana

Não bastasse a tragédia que atingiu o  Haiti, assistimos agora na TV  brazuca uma nova onda de abalos, dessa feita não sísmicos, mas sim de falas estúpidas, preconceituosas e racistas …  .

O conhecido comentarista Arnaldo Jabor  e o até então desconhecido Cônsul Honorário do Haiti em São Paulo, o brasileiro George Samuel Antoine, protagonizaram duas cenas que com certeza demonstram o "modus-pensandi" preconceituoso e racista não apenas da elite brazuca, mas de muita gente que nunca parou para pensar no seu próprio racismo introjetado.

Bem próximo ao final de seu comentário no Jornal da Globo de quarta-feira(13), Jabor soltou a seguinte pérola : " Como democratizar um país miserável analfabeto com raízes tribais africanas bárbaras ? " 

Jabor falou com todas as letras que "o problema" do país é a origem majoritariamente africana do povo, além de "classificá-la" de bárbara (não civilizada), saibam que no séc. XIX o Conde de Gobineau, que foi "embaixador" da França no Brasil imperial (era amigo e "conselheiro" de D. Pedro II), disse praticamente a  mesma coisa do Brasil…, detalhe, Gobineau foi o "pai da EUGENIA" (filosofia que pregava a necessidade de  "pureza racial" e eliminação dos não-brancos), ele foi a base para toda a "loucura ariana" cometida pelos nazistas … .
 
Já o inacreditável Cônsul Honorário do Haiti soltou  em entrevista ao SBT no dia 14 (sem perceber que estava sendo gravado) as duas  seguintes "pérolas"  sobre a tragédia : 
 
"A desgraça de lá está sendo uma boa pra gente aqui, fica conhecido"
 
"Acho que é de tanto mexer com macumba, não sei o que é aquilo… O africano em si tem maldição. Todo lugar que tem africano lá tá f…"
 
O Cônsul, já ocupou N cargos de prestígio junto à representatividade da comunidade Libanesa no Brasil, foi presidente da Associação Nacional dos Cônsules, tem uma série de condecorações incluindo a "Medalha do Pacificador" (a mais alta condecoração do Exército brasileiro), fica a pergunta, como alguém "assim" conseguiu tudo isso ???? .
 
Enquanto isso…, tem gente lendo e concordando com "Não somos Racistas" de Ali Kamel e "Uma gota de Sangue" de Demétrio Magnoli… , mas o terremoto do Haiti mais que derrubar prédios por lá, tem feito cair máscaras por aqui…
 
Links para os vídeos :