Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


433 Comentários

Finalmente ! Root fácil no seu Android “Ching Ling” (Chinês)


android-chines-rooted

ATUALIZAÇÃO: Amigos, não trabalho com telefones, nem sou especialista em celulares chineses (já tive alguns mas não uso mais), esse post é resultado de pesquisas pessoais que simplesmente organizei e repassei para ajudar quem passa pelos mesmos problemas e necessidades que passei, portanto, não poderei ajudar mais do que isso que já postei, porém podem comentar e se tiver alguém que possa ajudar de certo a pessoa o fará, mas eu pessoalmente não estarei mais respondendo aos comentários OK ?

Vou assumir que se você chegou a este post através de uma máquina de busca web, é porque tem um Android chinês,  já sabe o que é ROOT e porque  precisa “desesperadamente” dele, logo vou pular essa parte… 🙂 .

Umas das características para ser um  Analista de Sistemas (e eu sou…) são a paciência e a persistência. Depois de gastar horas e horas em várias tardes e noites, buscando na web por uma solução para conseguir o acesso Root no meu NOTE II “Ching Ling” modelo e1108_v73_jbl1a535mt9p017 (veja o meu “review” do aparelho), agora há pouco em mais uma “patrulha de busca” pela web, “dei de cara” com a solução logo na 1ª rodada de pesquisa, uma inexplicável “inspiração divina” me fez usar as palavras-chave “root no chinês” (que por incrível que pareça eu ainda não tinha usado :-), tinha tentado pelo código do aparelho, codinome do modelo, em inglês, enfim…), Lei do Analista : “Não deu certo, vai dar uma volta, toma um cafézinho e tenta outra hora/dia que a solução aparece ‘do nada’ “ .

Um detalhe importante, a maioria dos aparelhos chineses apesar de colocarem nas caixas e mesmo nas configurações que o Android é 4.0.x , na realidade possuem é um Android  2.3.6 “maquiado” com pinta de 4.0,  a presente solução de root utiliza um release/versão do utilitário Super One Click específica para a versão 2.3.x  (que equipa quase todos os Androids “Ching Lings”), portanto tente mesmo que o seu Android não seja exatamente o mesmo modelo e  “jure de pé junto” que é  um 4.0.x … 🙂 , na pior das hipóteses não vai ter seu aparelho rooteado.

A solução é tão fácil de usar que não levou 7 minutos para eu conseguir o Root, no final eu dou o link e os créditos de onde encontrei, mas vou fazer antes e aqui um passo-a-passo simplificado (pois para mim funcionou assim, um pouco diferente do que está no “post salvador” e também diferente do tutorial em espanhol que o referenciou e vem junto com o “pacote de root”, esse por sua vez já tinha sido adaptado de um um site russo…), e como disse é aplicável a vários modelos, pois bem.

Para fazer o Root você vai precisar do cabo USB do seu aparelho e um PC (o meu está com o Windows 7 Home Premium, o que é recomendado, em tese funciona também com XP e outras versões do Windows, mas ai vai ter que instalar mesmo os drivers USB/Adb que vem no “pacote” que tem que baixar; se for no Win 7 não precisa pois ele já tem os drivers que funcionam para praticamente todos os aparelhos).

1- Pelo PC baixe  aqui  o “pacote” com os drivers e utilitários necessários  e descompacte o arquivo zipado em uma pasta de preferência na sua área de trabalho.

2- No seu aparelho (sem ainda estar plugado via USB), acesse o menu e vá em Configurações> Aplicativos e DESATIVE a caixa de “Depuração USB”, depois pode plugar o aparelho no PC via cabo.

3- Se você está usando Windows 7 pode pular este e ir para o próximo passo senão  é a hora de instalar os drivers que estão na pasta que você descompactou, no PC vá até “Meu computador” e encontre o gerenciador de dispositivos; na lista deve aparecer Android-Phone e embaixo o driver que não funciona (com um ícone amarelo de aviso), clique nele com o botão direito do mouse e na opção ATUALIZAR, indique na caixa de escolha o caminho da pasta que você descompactou na área de trabalho e dentro dela a da subpasta dos drivers, dê OK, se tudo der certo ele vai atualizar os drivers e o sinal amarelo vai sumir.

4- Hora de iniciar o ROOTEAMENTO propriamente dito, procure na pasta com o “pacote” que você descompactou na área de trabalho  e clique no executável do Super One Click (lembrando que essa ai é a unica versão que funciona), o utilitário abre uma janela na tela em que tem um botão escrito  ROOT, ATENÇÃO ! ANTES DE CLICAR NELE…acesse no aparelho o menu e vá em Configurações> Aplicativos e ATIVE a caixa de “Depuração USB”, PRONTO, AGORA SIM pode clicar em ROOT e   aguardar, não mexa no telefone, quando aparecerem perguntas aceite todas (atenção na última que pergunta se você quer fazer uma doação (DONATE) que é opcional…).

Prontinho seu Smartphone está rooteado, no final do processo ele já instalou o APK de superusuário  e fez o teste, mas para conferir basta  instalar pelo Google Play um app que seja exclusivo para usuários ROOT, funcionando tá tudo OK e seja feliz … .

Achei a solução em : http://soappsandroid.blogspot.com.br/2012/03/root-aparelho-chines.html , vale os créditos .


10 Comentários

Finalmente ! Root fácil no seu Android “Ching Ling” (Chinês)


android-chines-rooted

Vou assumir que se você chegou a este post através de uma máquina de busca web, é porque tem um Android chinês,  já sabe o que é ROOT e porque  precisa “desesperadamente” dele, logo vou pular essa parte… 🙂 .

Umas das características para ser um  Analista de Sistemas (e eu sou…) são a paciência e a persistência. Depois de gastar horas e horas em várias tardes e noites, buscando na web por uma solução para conseguir o acesso Root no meu NOTE II “Ching Ling” modelo e1108_v73_jbl1a535mt9p017 (veja o meu “review” do aparelho), agora há pouco em mais uma “patrulha de busca” pela web, “dei de cara” com a solução logo na 1ª rodada de pesquisa, uma inexplicável “inspiração divina” me fez usar as palavras-chave “root no chinês” (que por incrível que pareça eu ainda não tinha usado :-), tinha tentado pelo código do aparelho, codinome do modelo, em inglês, enfim…), Lei do Analista : “Não deu certo, vai dar uma volta, toma um cafézinho e tenta outra hora/dia que a solução aparece ‘do nada’ “ .

Um detalhe importante, a maioria dos aparelhos chineses apesar de colocarem nas caixas e mesmo nas configurações que o Android é 4.0.x , na realidade possuem é um Android  2.3.6 “maquiado” com pinta de 4.0,  a presente solução de root utiliza um release/versão do utilitário Super One Click específica para a versão 2.3.x  (que equipa quase todos os Androids “Ching Lings”), portanto tente mesmo que o seu Android não seja exatamente o mesmo modelo e  “jure de pé junto” que é  um 4.0.x … 🙂 , na pior das hipóteses não vai ter seu aparelho rooteado.

A solução é tão fácil de usar que não levou 7 minutos para eu conseguir o Root, no final eu dou o link e os créditos de onde encontrei, mas vou fazer antes e aqui um passo-a-passo simplificado (pois para mim funcionou assim, um pouco diferente do que está no “post salvador” e também diferente do tutorial em espanhol que o referenciou e vem junto com o “pacote de root”, esse por sua vez já tinha sido adaptado de um um site russo…), e como disse é aplicável a vários modelos, pois bem.

Para fazer o Root você vai precisar do cabo USB do seu aparelho e um PC (o meu está com o Windows 7 Home Premium, o que é recomendado, em tese funciona também com XP e outras versões do Windows, mas ai vai ter que instalar mesmo os drivers USB/Adb que vem no “pacote” que tem que baixar; se for no Win 7 não precisa pois ele já tem os drivers que funcionam para praticamente todos os aparelhos).

1- Pelo PC baixe  aqui  o “pacote” com os drivers e utilitários necessários  e descompacte o arquivo zipado em uma pasta de preferência na sua área de trabalho.

2- No seu aparelho (sem ainda estar plugado via USB), acesse o menu e vá em Configurações> Aplicativos e DESATIVE a caixa de “Depuração USB”, depois pode plugar o aparelho no PC via cabo.

3- Se você está usando Windows 7 pode pular este e ir para o próximo passo senão  é a hora de instalar os drivers que estão na pasta que você descompactou, no PC vá até “Meu computador” e encontre o gerenciador de dispositivos; na lista deve aparecer Android-Phone e embaixo o driver que não funciona (com um ícone amarelo de aviso), clique nele com o botão direito do mouse e na opção ATUALIZAR, indique na caixa de escolha o caminho da pasta que você descompactou na área de trabalho e dentro dela a da subpasta dos drivers, dê OK, se tudo der certo ele vai atualizar os drivers e o sinal amarelo vai sumir.

4- Hora de iniciar o ROOTEAMENTO propriamente dito, procure na pasta com o “pacote” que você descompactou na área de trabalho  e clique no executável do Super One Click (lembrando que essa ai é a unica versão que funciona), o utilitário abre uma janela na tela em que tem um botão escrito  ROOT, ATENÇÃO ! ANTES DE CLICAR NELE…acesse no aparelho o menu e vá em Configurações> Aplicativos e ATIVE a caixa de “Depuração USB”, PRONTO, AGORA SIM pode clicar em ROOT e   aguardar, não mexa no telefone, quando aparecerem perguntas aceite todas (atenção na última que pergunta se você quer fazer uma doação (DONATE) que é opcional…).

Prontinho seu Smartphone está rooteado, no final do processo ele já instalou o APK de superusuário  e fez o teste, mas para conferir basta  instalar pelo Google Play um app que seja exclusivo para usuários ROOT, funcionando tá tudo OK e seja feliz … .

Achei a solução em : http://soappsandroid.blogspot.com.br/2012/03/root-aparelho-chines.html , vale os créditos .

SE QUISER COMENTAR ACESSE UMA NOVA VERSÃO DO POST AQUI, POIS ESTA TRAVOU OS COMENTÁRIOS E VI JEITO DE DESBLOQUEAR 🙂


84 Comentários

Foblet (sabe o que é ?) Review do A9300 GPS (vendido como “clone” do Samsung Galaxy Note II )

Então para começar, vamos definir um FOBLET (ou PHOBLET) : É um dispositivo móvel de telefonia e computação pessoal, maior que um Smartphone comum e menor que um Tablet,  ou seja, é um misto de Smartphone e Tablet… .

A principal vantagem do Foblet é que ele alia o poder de processamento de um tablet, com  a telefonia e portabilidade de um Smartphone (ou quase…, pelo menos dá para coloca-lo no bolso ou bolsa comum, como se fosse um ).

Em um dos posts anteriores falei do “pequeno notável” (IDEOS U8150), que adquiri recentemente, agora vou falar do “grandalhão notável” (A9300 “Note II”, é normalmente vendido como um clone “ching ling” do poderoso e caro Samsung Galaxy Note II, mas descobri que na realidade ele imita é o Galaxy Grand Duos. ) que comprei para substituir o meu agora antigo aparelho #2 um “ching ling” dual chip e clone visual (mas não funcional) do Galaxy S III (hoje quase todo mundo tem um segundo aparelho, para acomodar chips de várias operadoras e aproveitar as promoções ) do qual também falei em review recente

noteII

Visualmente o A9300 “Note II” (volto a insistir que apesar do “apelido”, ele na realidade tem é o mesmo design do Galaxy Grand Duos,  aparelho maior que o Galaxy SIII e menor que o Note II) impressiona tal qual seu “inspirador original”, não há diferenças significativas no visual externo do aparelho (a não ser pela ausência do logotipo da Samsung, as lentes da câmera frontal e sensores serem no lado esquerdo ao invés do direito ), vem com “capinha” adicional ao estilo do SIII, Note II e similares e bem acondicionado em uma caixa de boa qualidade como os produtos de marcas caras, descobrir o fabricante de uma aparelho chinês não é uma tarefa fácil, mas após uma boa pesquisa descobrimos que o do aparelho que comprei “parece ser” uma tal de YUSU… 🙂 e a referência real do modelo é  e1108_v73_jbl1a535mt9p017.

Note2-1

O A9300 é DUAL SIM (2 chips, igual ao Galaxy Grand Duos e diferente do Note II que tem só um)  na caixa vem indicado  que o Sistema operacional é o Android 4.0.4 e é também o que aparece quando se vai em configurações, porém ao se fazer testes com o Antutu Benchmark, descobre-se que na realidade é um 2.3.7 com um launcher customizado ), apesar disso é uma interface até que interessante que move os diversos frames de tela em uma bonita apresentação em  3D,  a interface é customizada com os ícones um pouco diferenciados da versão universal do Android ICS e ganharam um visual moderninho e até agradável com cantos arredondados (se não gostar pode baixar um outro Launcher, aliás foi a 1ª coisa que fiz :-), sugiro baixar no Google Play o  Go Launcher e o ICS theme),  a tela capacitiva multitoque é muito eficiente, precisa e responde rápido ao toque, aliás todo o sistema funciona bem rápido (apesar das especificações reais de velocidade e núcleos de processador serem de fato menores do que as que aparecem na caixa, o processador é um Media Tek MTK6573 650MHz (teoricamente é um Dual Core), ROM: 256MB RAM: 256 MB, 164 MB é o tamanho da memória interna para aplicativos e seus dados, é pequena mas dá para o básico, recomenda-se instalar novos aplicativos no cartão SD) essa divergência entre o exposto e o real decepciona um pouco, mas afinal uma das principais características dos aparelhos chineses são as especificações dúbias e que induzem a  pensar que essas são melhores do que de fato são, vamos ao que que importa, que é o desempenho prático sentido pelo usuário mesmo leigo.

Operacionalmente o A9300 não decepcionou nos testes, tudo funciona a contento, Google Play OK, o 3G funciona muito bem (com um chip TIM conseguiu HSDPA (ou 3.5 G)) e boa velocidade no carregamento de páginas e download, WiFi sem problemas (e funciona também como roteador WiFi portátil usando a conexão do seu plano 3G), o Bluetoth é versão 3.0; o GPS funciona mesmo e com localização rápida A-GPS (aliás ele também tem EPO (Extended Prediction Orbit) que é uma inovação em posicionamento GPS, com ele ativado o sistema baixa automaticamente uma previsão da orbita dos satélites diariamente, ou seja, o sistema prevê qual e onde está o satélite mais próximo e adianta o serviço de busca e posicionamento) .

Ah! conforme dito, a memória interna não é grande… portanto “manere” nos aplicativos que vai instalar e se possível transfira todos os possíveis para o cartão SD (veja como aqui), o ideal é que o aparelho seja rooteado a fim de instalar um aplicativo (Root Uninstaller ou simplesmente RU) que permite remover aplicativos nativos desinteressantes e ganhar um pouco mais de espaço, a potente bateria de 2500 mAh, parece não saciar por muito tempo a sede de energia do grandalhão, em uso normal com internet ligada, bluetoth ou WiFi e algumas chamadas mais longas, descarrega em coisa de 6 horas, portanto é bom ter um carregador/ ponto de energia sempre por perto…  e usar algum APP de redução de consumo.

Fotografias razoáveis são garantidas pelas duas câmeras de 5 megapixels (frontal e traseira) com auto focus e vários recursos como foto composição de paisagem e  disparo automático em sequência para escolher a melhor das fotos (3),  o flash não é poderoso, mas além de poder ser utilizado como lanterna por um dos aplicativos, ilumina o suficiente para fotos em ambientes noturnos com alguma iluminação, ah! obviamente a câmera frontal em teoria possibilitaria VIDEOCHAMADAS (o que seria bem legal), porém não é compatível com o Skype nem nenhum outro dos aplicativos que testei (Tango, ooVoo, etc…), é preciso encontrar outro aplicativo para tal , a foto abaixo foi feita com ele.

close-subindo

A resolução da telona de 5″  é excelente, o aparelho reproduz vídeos com uma excelente qualidade.

E para fechar o pacote sem trair completamente a tradição  “ching ling”,  o A9300   vem com rádio, e também TV…, coisa que os “Galaxys dos vera” não tem…, em suma, apesar  do A9300 em termos de hardware e desempenho, obviamente não ser um real competidor de seu inspirador, em funcionalidade e elegância não fica muito a dever e por um preço quase 4 vezes menor (se comparar com o  Note II real) ou  2,5 menor se comparado com um Grand Duos…

Preço (em Manaus)  R$ 550 (em SP sai por uns 400 Reais) +um cartão SD de 35,00 .

Abaixo um vídeo mostrando o aparelho, (não fui eu que fiz… apesar de poder parecer 🙂 ) :

Por enquanto o A9300  passa a ser o meu celular #1 com o pequeno notável IDEOS como #2.

dupla-android (2)

Veja aqui como FAZER O ROOT dele : https://blogdojuarezsilva.wordpress.com/2013/02/05/finalmente-root-facil-no-seu-android-ching-ling-chines/


12 Comentários

Um “Ching Ling” de classe… :-)

made-in-china

Um bom Smartphone hoje é indispensável, para se poder contar com todos os recursos digitais e cibernéticos, como fotos, filmes, música, mensageiros web, redes sociais, chamadas via VoIP, enfim…, Hoje não tem muito para onde correr, dominam  o mercado os sistemas dos iPhones (iOS), Google Android e Blackberry, os de boa marca mais baratos com sistema Android  iniciam a partir de R$ 500,00 (mas podem chegar a 1.900,00, caso do excelente Samsung Galaxy S III; eu tenho como “primeiro telefone” um Motorola Defy com Android 2.3, muito bom e resistente, que agora está fora de linha, mas custava na faixa de R$ 900,00)

Ao mesmo tempo,  hoje com as vantagens oferecidas pelas operadoras de celular para ligações entre  números da mesma operadora, a melhor solução é manter chips de várias operadoras e usar conforme se vai ligar, para isso é interessante ter aparelhos multi-SIM (vários chips ao mesmo tempo), ai é que começa o problema, os bons smartphones em geral só suportam um Chip (mais recentemente alguns Androids passaram a suportar Dual-SIM [dois chips] mas custam em torno de 700 reais e com câmeras sem flash…), portanto, em geral ainda não dá para abrir mão dos Smartphones de primeira/segunda linha…, o negócio é complementar com um segundo aparelho mais barato e multi-SIM.

É ai que entram os “Ching Lings” (expressão popular para telefones baratíssimos made in China e em geral de poucos recursos e qualidade…), tais aparelhos aceitam 2, 3 e até 4 chips simultâneos de operadoras diferentes, sendo portanto ideais para se ter com “segundo aparelho” (apenas para ligar e receber chamadas), acontece que os “Ching Lings” estão se sofisticando…, alguns hoje são clones quase perfeitos de Smartphones de alta qualidade (como o já citado  S III, cujo “clone bom” sai por R$ 400,00 com Dual Chip) e não é apenas na aparência, mas nas funcionalidades também (é claro que o desempenho é menor e a durabilidade idem, mas a relação custo/benefício compensa e muito), o que permite inclusive o seu uso como primeiro telefone para quem tem baixa renda ou não está a fim de “gastar os tubos” com os aparelhos de griffe.

O detalhe é que mesmo entre os clones há diferenças, eu acabo de trocar o meu “Ching Ling basiquinho” (só telefone básico, rádio e lanterna e que por sinal,  já estava dando problema…), por um “clone não tão bom” 🙂 do Galaxy S III  ( mas mesmo assim vale a pena), pois além do visual sofisticado, possui algumas funcionalidades incomuns em “Ching Lings” baratíssimos…, o meu tem WI-FI (que funciona mesmo), Tela de 4″ TouchScreeen (razoável), Java (o que permite instalar aplicativos baixados), vem com o Browser Ópera ( a conectividade é que deixa um pouco a desejar pois é só GPRS e não 3G , mas também funciona bem) e dá para acessar por browser ou aplicativos todas as redes sociais (Facebook, Twitter, Skype, etc…) e  email, tem Bluetooth (que funciona mesmo), além é claro do que tem normalmente nos  “MpTudo” (rádio, TV, player MP3 e Vídeos,  e câmeras frontal e traseira [ porém melhor não contar com ela para fotos noturnas e em ambientes pouco iluminados, o flash acende mas não resolve…] ) Ah! e o sistema operacional (MTK Os) tem uma interface que em muitos momentos é parecidíssima com a do Android…, PREÇO ??? , R$ 160,00 , Quanto ??? R$ 160,00…. :-),  apesar do senões…, esse que é um verdadeiro “negócio da China”  :-), olha o bichinho ai…

I9300-Ching

“Meu Ching Ling estiloso” 🙂


4 Comentários

A cobra comendo o rabo (ou adeus ano velho, feliz ano novo !)

Todo mundo conhece aquela imagem clássica da cobra comendo o próprio rabo, refletindo,  parece o fim sendo devorado pelo começo, ou uma sequência que "termina em um impasse eterno", ou seja, simplesmente não termina… assim parece ser a corrida do tempo, um ano se vai e  outro vem, mas até quando ? .

Alguns poderiam imaginar que o tempo é uma percepção "pessoal",  que um dia começa com a chegada à vida e termina com a partida dela…, mas sabemos que "não somos uma ilha", o nosso tempo é compartilhado com outras pessoas, portanto dividimos nossas vidas e mesmo percepções durante períodos variados, se o "tempo termina" para uns, não termina para outros…, o que levaria a conclusão que o tempo não é individual, é coletivo…;  mais,  que o passado está unido ao presente por uma série de "pontos de contato" e que assim se sucederá com o atual presente que no futuro será passado… . 

Sendo assim o tempo não começa nem termina, ficamos "presos" em alguma parte dele, partes que são percebidas ou não de acordo com o nível de consciência de cada um, em cada pedaço do tempo, estamos no passado, no presente ou no futuro ? , sei lá !!!, como diria Einsten :  Isso é relativo .

Só sei que na nossa percepção estamos prestes a avançar de ano no calendário (que também não é um consenso universal, já que a contagem do tempo é diferente em várias culturas) afinal estamos encerrando o ano 2009   ou de fato estamos a 40 dias do início de 4708 (calendário chinês)  ou em outra data qualquer em outros calendários ? .

Mas já que percebemos primária e principalmente o que nos rodeia, sim , termina um ciclo e começa outro;  revisões e reflexões se fazem, perspectivas se delineam, resoluções de ano novo se projetam…, enfim, a sensação de "renovação" nos invade.

Ao invés de "viajar" nessa reflexão poderia ter falado do que me aconteceu e como vi a vida no ano que acaba , mas isso já está registrado no blog… , poderia dizer sobre minhas "resoluções de ano novo", mas seria mera especulação pois como diria Renato Russo,  "é preciso amar as pessoas, como se não houvesse amanhã, porque se você parar para pensar…, na verdade , não há. "

Sendo assim, só me resta  agradecer, e desejar a cada um dos que me tem gentilmente acompanhado nesse blog, que dentro de suas percepções temporais, o novo ciclo terreno (que para muitos vai se iniciar  em poucas horas), seja repleto de felicidades e melhor que o que se encerra.

Muito Axé (energia vital), para tod@s !!!