Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA


Deixe um comentário

Mapa interativo da distribuição racial no Brasil (em especial em Manaus-AM)

Muito interessante, trabalho  de mapa dinâmico realizado por PATA Análise e visualização de dados e baseado nos dados do censo 2010, para cada habitante um ponto colorido  baseado na cor informada e alocado em um mapa sobre o endereço informado; não existe apartheid oficial… na maior parte da cidade está “tudo junto e misturado”, porém há também espaços praticamente “circunscritos”,  abaixo uma intervenção que fiz no mapa para Manaus.

De certa forma, esse trabalho ajuda a desmontar a noção de senso comum de que não há negros no Amazonas / Manaus e pelo contrário, demonstra a sua presença (minoritária mas existente) por toda a cidade, áreas de maior concentração e também de baixa concentração, importante observar que foram destacados na intervenção os bolsões de autodeclarados pretos, porém oficialmente é considerada população negra a soma dos autodeclarados pretos e pardos…, a seguir sem ressalvas essa premissa, Manaus seria mais de 72% negra… e o mapa mostra isso claramente.

 Porém sabemos que a grande maioria dos pardos na amazônia é de origem indígena, mas não apenas, outra parte é de origem afro ou de ambas, portanto, pode- se estimar por comparação e extrapolação que se divididas a categoria pardo generalizada em “pardos de origem indígena”  e “pardos de origem africana”, esses últimos alcançariam na população do Amazonas algo em torno de 20% do total, que somados aos mais de 4% de pretos autodeclarados, implicaria em uma população afrodescendente de cerca de 1/4 do total,  ainda minoritária, porém nada desprezível em termos estatísticos e demográficos, para se ter ideia é  estatisticamente o mesmo de população autodeclarada branca e metade da indígena e de origem indígena somadas.

Mapa da cor em Manaus

Mapa da cor em Manaus

A título de informação os dados do Censo 2010- IBGE

 

Censo 2010 norte

No mapa interativo o efeito é bem mais interessante,  o pulo do gato é o zoom, experimente ver a distribuição pelas regiões e bairros de sua cidade…

Clique na imagem abaixo para ir ao mapa interativo.

Mapa racial do Brasil

Mapa racial do Brasil

 


Deixe um comentário

O "tsunâmi" nordestino

Impressionantes as imagens da destruição causada pelas chuvas e transbordamento de rios em Pernambuco e Alagoas, se assemelham muito a de regiões devastadas por tsunâmis.

Ao que me parece o governo federal está tratando a situação com muita seriedade e celeridade, as forças armadas, a força de segurança nacional e um comitê de gestão da crise estão mobilizados e empenhados não apenas no socorro imediato as vítimas, mas já visando também  a reconstrução da infraestrutura.

Coisas do nordeste…, quando não é a sêca é enchente…

A tragédia desta vez não foi no Ceará mas cabe a lembrança da famosa música  popularizada na voz de Luiz Gonzaga :

Súplica Cearense

Composição: Gordurinha e Nelinho

Oh! Deus, perdoe este pobre coitado
Que de joelhos rezou um bocado
Pedindo pra chuva cair sem parar

Oh! Deus, será que o senhor se zangou
E só por isso o sol arretirou
Fazendo cair toda a chuva que há

Senhor, eu pedi para o sol se esconder um tiquinho
Pedir pra chover, mas chover de mansinho
Pra ver se nascia uma planta no chão

Oh! Deus, se eu não rezei direito o Senhor me perdoe,
Eu acho que a culpa foi
Desse pobre que nem sabe fazer oração

Meu Deus, perdoe eu encher os meus olhos de água
E ter-lhe pedido cheinho de mágoa
Pro sol inclemente se arretirar

Desculpe eu pedir a toda hora pra chegar o inverno
Desculpe eu pedir para acabar com o inferno
Que sempre queimou o meu Ceará




Deixe um comentário

Os "chifres" do Sr. Presidente e a poligamia

Zuma e esposa


Presidente Zuma e suas esposas, a primeira da esquerda para direita é Nompumelelo Ntuli

Mais do que a abertura da copa do mundo de futebol 2010, na África do Sul, as atenções por lá e agora por aqui, tem sido direcionadas para a notícia do adultério praticado com um dos seguranças presidenciais por uma das primeiras-damas do país (Nompumelelo Ntuli) a segunda das 3 atuais esposas do Presidente sul-africano Jacob Zuma de 67 anos). Que inclusive teria engravidado do guarda-costas Phinda Thomo (que se suicidou após a história toda vir a tona).

Zuma que é do grupo étnico (tribo) Zulu, é um ferrenho defensor dos costumes tradicionais dos Zulus, entre eles a poligamia; casou 5 vezes e tem cerca de 20 filhos reconhecidos; divorciou-se de uma das esposas e ficou viúvo de outra (que se suicidou após 24 anos de casamento). Além das 3 atuais esposas Zuma tem também uma “noiva” com quem tem anunciado pretensão de casamento para breve.

Antes de qualquer coisa acho justo lembrar que “chifre” é uma coisa extremamente democrática, atinge poderosos, pobres, poligamos, monogâmicos, pretos, brancos, asiáticos, indígenas, gente de todos os credos,, heterosexuais, homosexuais, jovens, velhos, bonitos, feios e até quem não é casado… . Portanto nada de querer fazer a automática ligação de poligamia ou de amantismo com “bem merecidos chifres”…, como dizem os norte-americanos “Shit happens…”

Ao invés de apenas repercutir o caso ou fazer comentário sobre a situação específica, achei que seria uma ótima oportunidade para falar sobre uma questão cultural não apenas africana, mas histórica e mundial, que é a poligamia (e que sempre achei um assunto muito interessante…).

A poligamia, que é a composição familiar tipicamente patriarcal a partir do casamento de um homem com várias mulheres, é coisa natural e antiga, remonta à mais longínqua antiguidade e está (ou esteve) presente na base de todos os povos e culturas do mundo.

Quando se fala em poligamia, a primeira imagem que vem à mente, são os misteriosos e vigiados haréns de mandatários árabes, mas na realidade essa prática de muitas esposas e concubinas reais ocorreu em muitos outros povos. Aliás não apenas reis e outros poderosos praticavam a “poligamia oficial” , pessoas “comuns” também, mas é certo que para tal, a condição básica sempre foi a capacidade provedora suficiente do homem, ou seja, se poderia ter a quantidade de mulheres e filhos que se aguentasse sustentar… .

Na natureza (entre os mamíferos) a “familia polígama” é o padrão na maioria das espécies. O chamado macho-alfa é o lider do grupo, sendo o único sexualmente ativo naquele grupo familiar, os que quiserem constituir familia própria tem que desafiar e vencer em luta o macho-alfa do próprio grupo ou de outro, tomando então todas as fêmeas para si (The Winner takes All…). O interessante é que as fêmeas não brigam entre si por “exclusividade” e também não aceitam sexualmente outros machos que não o macho-alfa.

Só para lembrar aos que entendem a poligamia como sinônimo de atraso, ou que por motivos “religiosos” e culturais a recriminam, temos nas bases da religiosidade e da cultura ocidental vários exemplos de lideranças e referências morais que eram poligamas :

Na Bíblia: praticamente todos os patriarcas eram polígamos. O Rei Davi era um reconhecido mulherengo e seu filho Salomão (o rei-sábio) tinha mais de 700 esposas e mais 300 concubinas…, isso é fato. Embora muitos tentem justificar através de muitas outras citações, que tal comportamento não era “bem visto” por Deus e deveria ser “convenientemente” substituido pela monogamia.

No oriente: gregos, romanos, hindús, babilônios, persas, árabes, chineses, nipônicos e muitos outros povos praticaram históricamente a poligamia, coisa ainda muito comum em alguns países mesmo não havendo poligamia oficializada. A China por exemplo, com todo o controle estatal exercido e apesar de ter proibido a poligamia no inicio do período comunista, ainda hoje se vê as voltas com casos de poligamia não oficializada mas de fato… .

Na europa pré-cristã: até por volta do primeiro milênio da era cristã (séc. X) era comum a poligamia, que somente a muito custo deixou de ser aberta e oficializada pelos estados recentemente convertidos ao cristianismo.

O islamismo: segunda religião mais professada no mundo (21%) e que hoje não se restringe apenas ao povos árabes e descendentes, mas está espalhada por todo o mundo (segundo as autoridades islâmicas só no Brasil, há mais de 1 milhão de adeptos), admite a poligamia com até 4 esposas.

Cristãos : entre os mesmos a poligamia institucionalizada ou de fato também já foi muito praticada, inclusive houve papas casados (o último papa casado foi Adriano 2º (867 – 872).) que mantinham concubinas. Mesmo sem casamento, a prática de relacionamentos “estáveis e duradouros” com várias mulheres persistiu algum tempo, por exemplo o Papa Alexandre 6º (Rodrigo Bórgia – 1.492 – 1.503), tinha 6 filhos… . Nos EUA, entre os conhecidos Mórmons (Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias) a prática da poligamia foi natural por mais de 100 anos, tendo sido abolida oficialmente em 1890. Porém ainda hoje grupos dissidentes como a Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, possui na região de UTAH e redondezas, cerca de 40.000 membros que se recusam a abandonar a prática (não oficializada obviamente).

Em várias outras partes do mundo e da história, a poligamia se fez e faz presente. Na África muitas etnias mantém a tradição, na Suazilândia (última monarquia absolutista do mundo, país encravado dentro da África do Sul e fronteiriço com Moçambique) o rei tem mais de 30 esposas (e todo ano há um festival para escolher mais uma…). Nos antigos reinos da região havia desde há muito tempo a figura do “assistente real”, que nada mais era que um “ricardão oficial” que “fazia a manutenção” das esposas que o rei já não visitava mais com frequência, o detalhe é que uma vez atendida pelo assistente, nunca mais a esposa voltava ao leito real, mas continuava esposa… .

É importante frisar que ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, a poligamia tem regras rígidas que exigem responsabilidade do homem e tem servido para evitar que mulheres e crianças fiquem desprovidas de direitos e dignidade familiar. No ocidente hipocrita o que se pratica é o AMANTISMO…, que é nada mais nada menos, que o relacionamento de um homem com várias mulheres onde apenas uma é esposa, por vezes constituindo famílias paralelas, mas de forma dissimulada e infâme, mantendo mulheres e filhos ilegítimos na clandestinidade. A lei brasileira por exemplo ampara o filho ilegítimo que tem a paternidade reconhecida legalmente (de forma voluntária ou compulsória), mas não reconhece qualquer direito à concubina de homem já legalmente casado.

Para finalizar, deixo uma recomendação para uma leitura envolvente sobre o tema, um dos meus livros favoritos, o romance da escritora moçambicana Paulina Chiziane : Niketche, uma história de poligamia (tem na livraria Saraiva e dá para comprar pela Internet), é um livro daqueles imperdíveis, que além de desvendar várias facetas do comportamento humano nos faz viajar conhecendo detalhes de outras culturas. ver a resenha em : http://www.irohin.org.br/imp/n10/36.htm


Deixe um comentário

Rape-aXe, o pesadelo dos estupradores…

Imagem:  site oficial http://www.antirape.co.za/images.htm

Trata-se de uma "camisinha feminina" colocada na vagina como um tampão,  não ficando portanto aparente, mas a Rape-aXe conta com uma interessante e "cruel" peculiaridade…, é anti-estupro e possui farpas internas que se enterram no pênis do estuprador no primeiro movimento de "saída", causando um enorme "desconforto".

A "camisinha que morde" foi inventada na África do Sul em 2005 por  Sonnet Ehlers, uma sul-africana cansada de testemunhar casos de atendimento pós-estupro em números elevados e crescentes.

E não fica só por ai,  além de "cortar o barato" do estuprador logo de início, o artefato fica preso e só pode ser retirado cirurgicamente, o que leva à fácil identificação e prisão do agressor.

Apesar de não evitar o assalto sexual e penetração inicial, a "camisinha que morde" já começa marcando pontos pelo psicológico, em uma determinada cidade por exemplo, tão logo começou a ser divulgada, reduziu a zero por 3 meses os estupros, que tem se mantido em números reduzidíssimos, na dúvida os potenciais estupradores tem preferido não arriscar.

Outra vantagem é em ocorrendo o assalto sexual,  evita a contaminação por HIV e outras doenças ou gravidez, situação comum nesses casos; e como já dito facilita a identificação do criminoso.

Para a copa de 2010 na África do Sul, essa é uma das grandes apostas para reduzir a violência sexual.

Por outro lado…, fico pensando no  "uso reverso" que mulheres "mal-intencionadas e vingativas "  poderiam fazer da "mordedora" com por exemplo "maridos infiéis" ou  violentos…;  também dá para imaginar o inusitado "mico" de alguém chegando em um pronto-socorro com uma dessas presa no dedo…:), mas podia ser muito  pior… 


Deixe um comentário

Rape-aXe, o pesadelo dos estupradores…

AntiRape300x200

Imagem:  site oficial http://www.antirape.co.za/images.htm

Trata-se de uma “camisinha feminina” colocada na vagina como um tampão,  não ficando portanto aparente, mas a Rape-aXe conta com uma interessante e “cruel” peculiaridade…, é anti-estupro e possui farpas internas que se enterram no pênis do estuprador no primeiro movimento de “saída”, causando um enorme “desconforto”.

A “camisinha que morde” foi inventada na África do Sul em 2005 por  Sonnet Ehlers, uma sul-africana cansada de testemunhar casos de atendimento pós-estupro em números elevados e crescentes.

E não fica só por ai,  além de “cortar o barato” do estuprador logo de início, o artefato fica preso e só pode ser retirado cirurgicamente, o que leva à fácil identificação e prisão do agressor.

Apesar de não evitar o assalto sexual e penetração inicial, a “camisinha que morde” já começa marcando pontos pelo psicológico, em uma determinada cidade por exemplo, tão logo começou a ser divulgada, reduziu a zero por 3 meses os estupros, que tem se mantido em números reduzidíssimos, na dúvida os potenciais estupradores tem preferido não arriscar.

Outra vantagem é em ocorrendo o assalto sexual,  evita a contaminação por HIV e outras doenças ou gravidez, situação comum nesses casos; e como já dito facilita a identificação do criminoso.

Para a copa de 2010 na África do Sul, essa é uma das grandes apostas para reduzir a violência sexual.

Por outro lado…, fico pensando no  “uso reverso” que mulheres “mal-intencionadas e vingativas ”  poderiam fazer da “mordedora” com por exemplo “maridos infiéis” ou  violentos…;  também dá para imaginar o inusitado “mico” de alguém chegando em um pronto-socorro com uma dessas presa no dedo…:), mas podia ser muito  pior… 


1 comentário

Quem é de Axé diz que é !

Essa é a campanha que está sendo lançada hoje pelo CEN-Coletivo de Entidades Negras liderando várias outras entidades de negritude e religiosidade de matriz africana de todo o país, em parceria com a SEPPIR-Secretaria Especial de Políticas de Promoção de Igualdade Racial da Presidência da República e outros orgãos governamentais.

A ideia é conscientizar os adeptos das religiões de matriz africana a se declararem de acordo com a sua prática no Censo de 2010, já que é comum a declaração como "católicos" ou a não declaração, fruto de secular processo de estigmatização da religiosidade de matriz africana.

Com isso pretende-se um efeito AFIRMATIVO na auto-estima dos praticantes, na relação da sociedade em geral com as religiões dessa matriz e uma visibilidade censitária passível de utilização por exemplo em políticas públicas.

Vide: Coletivo de Entidades Negras: Lançamento da Campanha Quem é de Axé diz que é!

Me antecipando estou fazendo minha autodeclaração por aqui 🙂

Religião ? : CANDOMBLECISTA  (nação KETO) !

Por falar nisso, ontem a casa de Axé que frequento ganhou novo endereço, saiu do bairro da praça 14 onde esteve por mais de 3 décadas e se instalou na zona leste da cidade próximo à avenida grande circular, por sinal muito bem instalada (faltando alguns detalhes, mas já "operacional")  em um grande espaço, especialmente projetada e com um belíssimo visual (obra de artistas parintinenses) , Parabéns aos Pais  Jean de Xangô e Rodrigo e a todos os filhos da casa que trabalharam muito para tornar o sonho em realidade .

Detalhes da pré-inauguração da novas instalações.

Coincidência ??? : Eu e (coincidência 1) agrupados representação dos meus dois Orixás (raridade 1: ambos femininos) Oxum (Ajutó) e Yansã ( cabeça), acima está Xangô, Orixá da Justiça…(coincidência 2, trabalho na Justiça…) e que na mitologia Yorubá é justamente marido das duas…,(coincidência 3) portanto estão sempre juntos… (coincidência 4), causando uma  "proteção tripla" e em família…(raridade 2) :-), por acaso os 3 são os Orixás mais "sexys"  do panteão yorubá,  e  consequentemente os filhos de qualquer um dos três, são  por natureza pessoas sexys e "irresistíveis", mas sendo "filho da família toda" (raridade 3)  ai é covardia… 🙂 🙂

Pois é…, QUEM É DE AXÉ DIZ QUE É ! 


2 Comentários

Mulher, Negra,"Humilde", Nortista e Evangélica…

Sen. Marina Silva (com visual menos sisudo que o consagrado na mídia)

Sen. Marina Silva (com visual menos sisudo que o consagrado na mídia)

Esse é parte do perfil da virtual pré-candidata do PV à Presidência da República na campanha de 2010.

Em entrevista à revista Veja, a Senadora pelo Acre,  nascida nos seringais, alfabetizada pelo Mobral e formada em Universidade Federal,  companheira de lutas de Chico Mendes, co-fundadora histórica do PT e ex-ministra do meio-ambiente ;  deixou claro de maneira não costumeira, sua posição enquanto negra…,  seu apoio as ações afirmativas e cotas universitárias, de assuntos polêmicos como religião, diversidade, aborto, drogas… e claro…, meio-ambiente.

Apesar de não assumir abertamente a candidatura,  já adiantou que não será uma “candidata negra”  nem “candidata mulher”   ou  “candidata-alguma-de-suas-peculiaridades”,  ao que indica adotando uma postura muito semelhante a da adotada por Barack |Obama  na   última campanha norte-americana, será a candidata “do novo” e  “do ambiente” , outro indicativo é que focará a juventude como eleitorado base…

Dou destque para a parte da fala, em que a entrevistadora pergunta se ela é favorável as cotas raciais nas universidades públicas, após a resposta afirmativa da Senadora,  a entrevistadora ( cuja revista é declaradamente anti-cotas) “lembrou” que  a Senadora apesar de negra e de origem humilde conseguiu entrar e cursar uma universidade federal, sem  a “ajuda”  de cotas…; no que foi pronta e firmemente retrucada , “Sou uma exceção !, tenho sete irmãos que não chegaram lá…” .

Particularmente gostei do que li.

Quanto a descrença de alguns em um “PV atrelado” até então às forças políticas como DEM e PSDB, bem como a aposta de que os mesmos estariam imaginando a Senadora Marina como uma “inocente útil” no trabalho de detonar a candidatura do PT, creio que os PSDB/DEMOS estão fazendo o seguinte raciocínio : Marina vai tentar levar o PV sozinho (ou com partidos de pouca expressão) e assim vai dividir os votos que teoricamente seriam do PT; favorecendo assim a candidatura tucana… que teria mais chances de garantir o segundo turno contra um PT bem mais fraco do que seria em um primeiro turno sem Marina…

Mas como em política tudo pode ocorrer… , Marina pode “fechar” uma acordo com seu antigo partido e dependendo da situação ao final do primeiro turno unirem forças para o segundo…, mesmo com toda máquina do governo vai ser difícil emplacar a Dilma para um segundo turno, com a Marina na disputa… o mais provável é que a essa altura o PT já tenha começado a estruturar o PLANO B (fazer a campanha com Dilma para se impor como “força” mas já se preparando para apoiar Marina no segundo turno), afinal para o Pres. LULA, fazer palanque para qualquer uma das suas duas ex-ministras e camaradas históricas não deve ser nenhum grande problema…

Agora  falando da penetração popular que Marina pode obter com suas 4 características peculiares: Mulher, Negra,”Humilde”, Nortista e Evangélica… (sem contar o AMBIENTALISTA de renome internacional, experiência como Senadora e Ministra , “ficha limpa” e “novidade em eleição presidencial” ) é algo espantoso…, nem o Presidente norte-americano BARACK OBAMA teve contextualmente um perfil tão “renovador” e popular quanto o de Marina… .

Marina lembra que durante as prévias democratas norte-americanas da última eleição, um amigo brincou que os americanos estavam no impasse de ter de escolher entre um negro e uma mulher, e que se ela fosse  a candidata a presidente , o eleitorado não teria esse problema pois ela é mulher e negra…

Para um mundo “em xeque” com a questão ambiental o histórico e perfil dela em uma regra de 3 estaria igual a de um Che Guevara na revolução cubana de Fidel.