Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA

Cosme e Damião: o sincretismo, os costumes e o popular.

Deixe um comentário

Dia 26 de setembro a igreja católica comemora o dia de São Cosme e Damião, gêmeos, médicos e mártires cristãos do oriente médio do Séc. III.

No dia 27 é a vez das religiões de matrizes africanas homenagearam os santos gêmeos, mas como e por que se eles não são dos panteões de divindades africanas ?

Isso ocorre por conta do sincretismo religioso, em que basicamente os cultos às divindades africanas precisavam ser disfarçados, e para tal se associava os santos católicos às divindades africanas, no caso a sincretização foi com os Orixás gêmeos “infantis” Ibeji…, ligados aos erês, espíritos infantis, dai a associação com as crianças e a tradição de distribuir doces nesse dia.

Fica claro que se trata de situações distintas, porém “simbólica e logicamente associadas” . O sincretismo mais do que “esconder orixás atrás de santos católicos” associa os valores humanos e “mágicos” por trás de cada elemento cultural de origem distinta pelas semelhanças e significados.

No caso brasileiro a sincretização gerou o costume de distribuir doces às crianças em nome de São Cosme e Damião, quando na realidade deveria ser em nome de Ibeji…, boa parte dessa distribuição porém sequer tem ou passa por algum tipo de ritualística religiosa, é puro costume popular mesmo, não diferente por exemplo do Halloween norte-americano aonde as crianças também recebem doces.

De qualquer forma, celebrar a caridade, o amor ao próximo, e a infância, seja a partir do viés que for, mal não faz… . Viva Cosme e Damião, Viva Ibeji! Viva os Erês, Viva as crianças !

Autor: Juarez Silva (Manaus)

Analista de T.I, Prof. Universitário, Tít. de Especialista em Educação a Distância (Univ. Católica de Brasília), Certificação em História e Cultura africana e afrobrasileira (FINOM-MG) e em Direitos Humanos e Mediação de Conflitos (SEEDH- Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República), Mestre em História Social pela UFAM - Universidade Federal do Amazonas, Ex-Conselheiro Estadual de DH; Analista Judiciário do Quadro efetivo do Tribunal de Justiça do Amazonas. Ativista do Movimento Negro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s