Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA

De volta ao velho “Homens negros só querem brancas e a Solidão da mulher negra”

12 Comentários

guerra-dos-sexos-black

Vira e mexe me vejo envolvido na discussão fratricida “Homens negros só querem brancas e a Solidão da mulher negra” promovida em especial pelas ativistas negras vilanizando os homens negros. Não ignoro que há uma questão envolvendo relacionamentos interraciais e que isso pode e deve ser motivo de estudo e reflexão, mas não faço “história única”, não ignoro que há de fato muitas mulheres negras em “celibato”,  só acho que a coisa invariavelmente é direcionada para que a análise não contemple TODA a questão… .

Por exemplo, se falamos de livros sobre o tema, indico um que trata da mulher negra e homem branco… mas é como se eu não o tivesse feito, só se quer discutir o que atende a visão que satisfaz a  ideia do homem negro como “vilão”…, demonstro que mulheres negras até se organizam na busca de relacionamentos com brancos, mas o assunto é solenemente ignorado e torna-se a questionar negros com brancas…, coloco que os relacionamentos negro/branca não são uma busca de mão única, as brancas buscam os negros enquanto as negras sabotam relacionamentos com negros e buscam brancos, mas novamente se evade da questão.

Torna-se então ao pressuposto que o homem negro “só quer branca”, é quando chamo a atenção para o contexto histórico de séculos de rapinagem sexual de brancos contra negras e índias (coisa que aliás permanece acontecendo), mas qual o que ?,  só vamos ouvir  um absurdo “desde sempre os homens negros deixaram a negra na solidão e ficaram com as brancas…”, e tome exemplo de pagodeiros, jogadores de futebol, celebridades… .

Ai aparece uma pesquisadora que fez um trabalho com quase dois mil casais envolvendo pessoas negras e 600 desses casais eram formados por negros/negras (mas isso não interessa, abstrai-se…) foca-se apenas nos casais inter-raciais (todos de negros com brancas) Êpa! mas não tem negras com brancos ????, esqueça-se!, fiquemos só nos negros com brancas… .

Ninguém pergunta por que é que o número de miscigenados no Brasil é enorme e secular…, nem se questiona que o acesso de homens negros à mulheres brancas é historicamente muito recente…, não se leva em consideração que oficialmente o percentual de pessoas PRETAS no Brasil é de 8% (dividido entre homens e mulheres). Alguém já se perguntou por qual motivo um universo de 4% de homens pretos  e 20% de homens pardos deveria se limitar  a encontrar parceiras nos 4% de mulheres pretas e 20% de pardas quando a estas somam-se quase outros 25% de “brancas” ???? (Opa ! desculpem o esquecimento da questão de gênero e que nem sempre homens estão buscando mulheres e vice-versa… ;)) em estatística simples sem considerar “ideologias” etc…,  qual é a probabilidade de um preto se relacionar com uma branca ou uma negra ?, aonde está a maior e a menor “oferta” ???.

Tudo isso são questões que simplesmente não se discute nem considera…, o que importa é a “solidão da mulher negra” e culpar exclusivamente o homem negro por isso…, ninguém sequer cogita que o Brasil não é Angola que tem 95% de Pretos, 2% de miscigenados e o restante de não-negros… e que o relacionamento inter-racial é inescapável e “natural” em uma conjuntura como a brasileira….,  porém nada disso importa. Só importa culpar os homens negros pela solidão da mulher negra… .

Eu acho que se é para discutir a questão, que seja feito de forma séria, com TODAS as variáveis que cientificamente deveriam entrar nessa “Equação social”…, não apenas com mágoas e ressentimentos e uma vontade de apontar apenas um “culpado” (que ironicamente também faz parte do rol de vítimas do processo secular de racismo) por um problema que tem tantos envolvidos igualmente responsáveis.

Com tantos problemas que a população negra tem que ainda superar e tantas demandas, há quem prefira ficar fazendo “fogo-amigo”, ai é que se perde tempo e a coisa não anda, esse comportamento belicoso não leva à nada… ou pior, nos atrasa imensamente.

Autor: Juarez Silva (Manaus)

Analista de T.I, Prof. Universitário, Tít. de Especialista em Educação a Distância (Univ. Católica de Brasília), Certificação em História e Cultura africana e afrobrasileira (FINOM-MG) e em Direitos Humanos e Mediação de Conflitos (SEEDH- Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República), Mestre em História Social pela UFAM - Universidade Federal do Amazonas, Ex-Conselheiro Estadual de DH; Analista Judiciário do Quadro efetivo do Tribunal de Justiça do Amazonas. Ativista dos Movimentos Negros.

12 pensamentos sobre “De volta ao velho “Homens negros só querem brancas e a Solidão da mulher negra”

  1. Você endo um homem negro é muito compreensível o seu posicionamento.

    • Sim, os “lugares de fala” são distintos, daí que os posicionamentos não podem ser absolutamente idênticos, mas podem e precisam ser colocados e ouvidos. O valor, coerência e nível de percepção da realidade, já é outra história… . Grato pelo comentário.

  2. Pra mim esse papinho africanista de que o homem negro aprendeu a misoginia com o homem branco, é lorota. Até hj existe civilizaçao que o homem negro mutila negras. Misoginia ta no homem em si, ponto.
    Eu nao suporto homens negros, meu pai me fez muito mal e era negro, meu irmao odeia negras, eu odeio o homem negro e nao canso de dizer. A maioria eh vagabundo, preguiçoso, violento, bandido, quando ascendem socialmente se tornam os maiores racistas escondidos nas vestes de culturais.
    Lembro ate hj na epoca da escola, varias meninas brancas que eram quietas e eu sendo negra era a mais atacada, desprezada.
    O homem negro, o homem brasileiro,(pardo) é asqueroso. Eu nao os suporto, mas tb nao reverencio homens brancos, desses eu fujo.


    https://polldaddy.com/js/rating/rating.js

    • Para evitar problemas para você com a sua resposta emotiva e criminalizável, além de um prato cheio para linchamento virtual, não vou liberar a publicação do comentário… . Mas gostaria de na boa sugerir a você e seu irmão que procurem ajuda profissional… ou vão continuar nesse sofrimento psíquico a vida inteira, além de parecerem patéticos enquanto negros manifestando mentalidade racista… 😒

      • Aproveitando o comentário emocional e extremista acima dá para pensar em um assunto nunca mencionado.
        O homem negro por ser o mais discriminado está na base da pirâmide sócio-econômica, é o que tem menos acesso à educação e oportunidade, e o resultado é que é o menos qualificado, preparado, escolarizado, disciplinado, estruturado, etc.
        Sou um homem padrão negro da periferia de São Paulo, família semi funcional, pobre, etc.
        Batalhei e trabalho muito para ter o básico. Consegui me formar mas não consegui ainda uma carreira, continuo trabalhando em sub empregos.
        É impressionante como eu conheço pouquíssimas pessoas negras, e quase todos são pessoas totalmente desestruturadas, desqualificados, alcoólatra, etc. Penso o quanto foi difícil para seguir o caminho diferente desse.

  3. População negra dados 2013 = 53% (8% pretos, o restante 45% pardos) há equilibrio entre homens e mulheres, ou seja é 4% da população são mulheres pretas, 4% homens pretos e por ai vai… http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/09/18/ibge-n-de-autodeclarados-pretos-e-pardos-sobe-e-negros-sao-45-no-pais.htm

  4. Olá, tem como fornecer o link dos números que foram citados?

      • 😃Não há incompatibilidade Cris eu falei dos percentuais da população por cor e sexo e das probabilidades estatísticas de homens e mulheres pret@s, já a matéria que você apresenta fala do nível real de endogamia (relacionamento dentro do grupo étnico-racial) e de não-endogamia (relacionamentos interraciais), aliás sua referência bate perfeitamente com o que eu quero dizer com o post, existe tanto endogamia quanto não-endogamia e as pessoas se relacionam (e nem precisam necessariamente) bastante dentro dos próprios grupos mas também fora deles… se a chance populacional de uma negra casar com um negro é 1:5 na realidade esta ocorrendo em 1:2 (ou seja mais que o dobro da chance estatística padrão) o que prova o fato de dizer que “negros só querem brancas” é uma mentira óbvia, pois pardas e brancas juntas não superam o percentual de pretas casadas com pretos, e tem mais um detalhe… esses dados são de CASAMENTOS… tem que ver que não reflete necessariamente todos tipos de relacionamentos… 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s