Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA

Anão é o escambau…

Deixe um comentário

Anão-o-escambau

Antes de mais nada, cabe lembrar que a indignação não tem absolutamente nada a ver com o nanismo biológico ou qualquer interpretação como ofensa  ou estigmatização a partir do mesmo, nascer anão  é uma das  naturais possibilidades humanas e não cabe ai nenhum motivo para discriminação ou ofensa.

O que estou falando é da falta de respeito de um representante de um estado (Israel) o porta-voz do ministério das Relações Exteriores de Israel, Yigal Palmor,  para com um outro estado (Brasil), e o pior um estado “amigo”… (por enquanto), ao dizer que a medida de chamar o embaixador brasileiro em Tel Aviv (por conta das recentes atrocidades israelenses na faixa de Gaza)  “era uma demonstração lamentável de como o Brasil, um gigante econômico e cultural, continua a ser um anão diplomático”; se há “estados-nanicos” pela extensão territorial, pela  economia ou pela  influência internacional (não necessariamente sobrepostos, uma vez que temos países pequenos e riquíssimos, ou muito influentes internacionalmente, como a Suíça, o Vaticano e o próprio Israel…), o Brasil não se enquadra em nenhuma das possibilidades de “nanismo-estatal”, é gigante em tamanho, em economia e  em influência internacional, se não é um “gigante diplomático”  (para citar a fala do “Speaker”  israelense) caminha a passos largos para isso…, não é a toa que acabamos de sediar uma Copa da FIFA, sediaremos as próximas Olimpíadas, comandamos uma força de Paz da ONU (passo decisivo para a pleiteada cadeira permanente no Conselho de Segurança (CS) da ONU) e fazemos parte ombro a ombro de uma coalização econômica (BRICS) que reúne duas enormes superpotências mundiais (China e Rússia… não por coincidência membros permanentes do CS da ONU) e duas potências superestratégicas em Ásia e África (Índia e África do Sul), coalizão que mudará a face geopolítica do mundo, nem falemos em G8, e nas excelentes relações que o Brasil mantém com países ricos e pobres de todo o planeta… .

Israel com seu “terrorismo de estado” (não tem outro nome para as atrocidades em Gaza cometidas contra uma população civil, usando uma poderosa máquina de guerra de forma desproporcional e covarde),  já não gozava da simpatia do mundo árabe, agora ultrapassou total e inequivocamente os limites da “auto-defesa”  e já não angaria mais a simpatia mundial à exceção de alguns “sionistas convictos” e anti-islamitas em geral e é óbvio dos governos que mantém Israel como “ponta de lança” no oriente médio…, com mais essas atitudes arrogantes está perdendo e vai perder todo e qualquer apoio dos “amigos”  e ver os “neutros” tomarem partido contrário.

Vamos ver quem é  verdadeiramente o “anão diplomático”…  .

Ver matéria motivadora do post : http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/07/israel-lamenta-decisao-do-brasil-de-convocar-embaixador-em-tel-aviv.html

Anúncios

Autor: Juarez Silva (Manaus)

Analista de T.I, Prof. Universitário, Tít. de Especialista em Educação a Distância (Univ. Católica de Brasília), Certificação em História e Cultura africana e afrobrasileira (FINOM-MG) e em Direitos Humanos e Mediação de Conflitos (SEEDH- Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República), Mestrando em História pela UFAM - Universidade Federal do Amazonas, Ex-Conselheiro Estadual de DH; Analista Judiciário do Quadro efetivo do Tribunal de Justiça do Amazonas. Ativista do Movimento Negro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s