Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA

Afinal, o ator Rodrigo Lombardi foi racista ? ou não ?

6 Comentários

O ator global e “galã ” da novela das  23 horas (O Astro), Rodrigo Lombardi;  está protagonizando também uma grande polêmica (principalmente na web); que começou ao fazer no programa do Faustão do último domingo (04/09), uma declaração considerada racista por muita gente e “normal” por outro tanto… .

Ao ser instado para citar um ídolo, Lombardi emocionado citou Sammy Davis Jr. (cantor, dançarino e ator negro norte-americano de muito sucesso entre os anos 50 e 90 do século XX) com a seguinte frase : “Tem um cara que eu sou muito fã desde criancinha e acho que foi ele que me fez ser artista, juntamente com meu pai. Era um cara que na sua época era negro, caolho, um metro e cinquenta, chamado Sammy Davis Jr., que quando entrava no palco saía com 2 m de altura, loiro, de olho azul”.

Bem , agora vamos à análise da questão… :

1- É óbvio pelo contexto que a intenção do ator era elogiar e enaltecer Sammy Davis Jr. ;  um negro, portanto por inferência, a intenção não era proposital e conscientemente  ofensiva e nem racista…, na sua cabeça muito pelo contrário.

2- Por outro lado, racismo é uma ideologia em que grupos étnico-raciais  e que detém tradicional e histórica supremacia social e econômica  em determinado contexto (no caso ocidental e brasileiro leia-se população branca);  exercem  sobre outros grupos étnico-raciais, histórica e culturalmente condicionada  opressão , exploração, desvalorização cultural e estética e embarreiramento sócio-econômico;  impondo seus próprios padrões culturais, estéticos, etc… como sendo “superiores e desejáveis” (etnocentrismo).

3- Rodrigo Lombardi (assim como a maioria dos brasileiros “brancos” ); não tem noção de sua mentalidade racista e eurocêntrica introjetada…; essa mentalidade tem sido elaborada há séculos e passa de geração em geração…, de forma naturalizada e sem maiores reflexões;  apesar de no pós-abolição da escravidão as pessoas brancas terem assumido para si e os outros uma posição de que exteriorizar racismo é “feio”  (e  também pela criminalização da discriminação racial), o preconceito e a discriminação sobrevivem, geralmente de forma velada, “cordial” ou mesmo “inconsciente” ; muitos brasileiros brancos ACREDITAM MESMO não serem racistas (e de fato não tem a intenção consciente de sê-lo…) , mas trazem embutida a mentalidade racista e  enxergam com naturalidade a subordinação social e subrepresentação negra, bem como,  as imposições eurocêntricas (cabelo liso= bom,  cabelo “duro” = ruim,  nariz afilado= bonito, nariz largo= feio, “beleza europeia”= boa, “beleza afro” = “não existe”, comportamento bom= “lord/gentleman/dama”, comportamento ruim= “é de índio”,  cristão= bom,  religião afro= “demônio”, cor branca = pureza /paz, cor preta = mal/ pecado,  e por ai vai…)  .

Concluindo, do ponto de vista legal, Rodrigo Lombardi não foi racista (não fez declaração intencionalmente depreciativa, ofensiva ou racialmente injuriosa), mas do ponto de vista antropológico/sociológico e de forma “inconsciente” e involuntária,  podemos dizer que ele  “deixou escapar” sua mentalidade racista (e obviamente eurocêntrica) ao enaltecer um negro,  retirando-lhe  a  “negritude” e atribuindo-lhe de forma “honorária” características pretensamente “superiores” e brancas (loiro, de olhos azuis , etc…, uma  descrição de “homem ideal” em nada diferente da defendida por eugenistas e nazistas…), quem “não viu nada demais”  na declaração sofre do mesmo problema de mentalidade racista inconsciente… ; fazendo parte daquela turma que usaria sem problemas a expressão “preto de alma branca” para “elogiar” uma pessoa negra;  tem gente  que não percebe que colocar uma característica “racial” do grupo historicamente “dominante” como “ideal e superior”  tem o mesmo efeito prático de inferiorizar as dos outros.

Porém há males que vem para bem…, sendo o ator Rodrigo Lombardi uma pessoa (pelo menos na minha impressão ) que é “do bem” e dada a  sua exposição midiática atual, creio que o mesmo já deve ter refletido sobre o fato e deve se engajar de alguma forma  no combate a esse tipo de mentalidade geral e inconsciente, a polêmica também deve estar levando muita gente a refletir…

Aproveito para deixar o link para meu artigo que trata detalhadamente do racismo à brasileira :  “Não queríamos ser racistas”http://amazonida.orgfree.com/movimentoafro/nao_queriamos_ser_racistas.PDF

Autor: Juarez Silva (Manaus)

Analista de T.I, Prof. Universitário, Tít. de Especialista em Educação a Distância (Univ. Católica de Brasília), Certificação em História e Cultura africana e afrobrasileira (FINOM-MG) e em Direitos Humanos e Mediação de Conflitos (SEEDH- Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República), Mestre em História Social pela UFAM - Universidade Federal do Amazonas, Ex-Conselheiro Estadual de DH; Analista Judiciário do Quadro efetivo do Tribunal de Justiça do Amazonas. Ativista dos Movimentos Negros.

6 pensamentos sobre “Afinal, o ator Rodrigo Lombardi foi racista ? ou não ?

  1. Prezado amigo Juarez,

    Em classe, tínhamos comentado, de forma básica, o racismo “inconsciente”. Como você bem falou, somos persuadidos, desde criança, a sermos racistas. Nossa sociedade “fabrica” este racismo, que de forma fantástica você explicou no blog.

    Só para registrar, estou fazendo estágio. E na escola que estamos trabalhando foi feita uma Semana Cultural onde falava-se de Religiões.

    Infelizmente, para minha surpresa e demais colegas as religões afro e indígenas não estavam presente…pow, é brincadeira…fomos falar com diretor do evento, ao que ele respondeu – tem muito evangélico aqui, eles não iriam entender.

    Pow Juarez, pode uma coisa dessas? esses eventos não tem o objetivo de promover a informação, a cultura, a inclusão?

    Isso só gera mais preconceito…pow, teve muito aluno que vai achar que só existem aquelas religiões que foram apersentadas, gerando dessa forma, mais preconceito “inconsciente”…o que você me diz?

    • Valeu pela visita e comentário caríssimo Anselmo 🙂

      Pois é…, como eu disse a coisa é tão naturalizada que nem passou pela cabeça do diretor do evento que justo aquela exclusão faria toda a diferença…, não se briga por nem reconhece como importante a diversidade não eurocêntrica…; principalmente se for afro…

  2. Caro amigo,
    Infelizmente esse tipo de comportamento (do ator) é muito comum e de forma “inconsciente” vem à tona quando menos se espera!

    • Pois é Mara, a mentalidade eurocêntrica racista está introjetada na mente de muito brasileiros (inclusive negros); e a maioria nem se apercebe disso , só com muita conscientização é que isso muda., bom ver você de volta aqui pelo blog, abração !

  3. OI Prof. Juarez, a diferença é que ele o racismo dele é aquele não cruento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s