Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA

A "pisada na bola" israelense…

Deixe um comentário

Fotomontagem by Brown Sugar

Que a situação do oriente médio é complicada, todo mundo sabe…, assim como, que o Estado de Israel vive em constante tensão ao tentar sobreviver cercado de vizinhos árabes não muito simpáticos à sua existência  também é fato… .

A relação com os palestinos é tumultuada e com um pouco mais de boa vontade dos dois lados, poderia ser uma convivência muito melhor…; a faixa de gaza tem sido alvo frequente de toda sorte de  ataques israelenses, que sempre ocorrem  mediante alegada necessidade de  auto-defesa/revide aos ataques de fundamentalistas palestinos.

O bloqueio econômico à região, com o controle total do acesso terrestre, aéreo e marítimo por Israel, só tem agravado a situação de penúria da população local.

Na tentativa de tentar levar ajuda humanitária, ONGs tem tentado" furar" o bloqueio.

A última tentativa foi um comboio com 6 navios com 750 ativistas e 10 mil toneladas de ajuda humanitária, chamado de "Frota da Liberdade" com navios gregos e turcos,  mas comandos da marinha israelense abordaram e invadiram alguns do navios quando estavam a 70/80 milhas da costa, portanto ainda  em águas internacionais (por normas internacionais o controle marítimo territorial  total se aplica a apenas 20 milhas…) , ou seja, Israel através de sua marinha cometeu um ato de "pirataria deslavada"  ao atacar o comboio em alto-mar, pior , causando a morte de 10 a 19 ativistas  humanitários estrangeiros  e ferimentos em mais 30.

Enquanto Israel cometia atrocidades contra civis dentro de "seus" territórios questionados e/ou também ocupados por "insurgentes", apesar  de condenável, ainda restava o "benefício da dúvida"  e a desculpa das "baixas periféricas não-intencionais" ;  já invadir navios estrangeiros, matar  e ferir ativistas humanitários em alto-mar, não tem qualquer desculpa "aceitável"…, essa foi uma "pisada na bola" que vai custar muito caro para a imagem e posição de Israel frente a comunidade internacional.

Se o embargo à faixa de Gaza  e as atrocidades impingidas aos palestinos já não encontravam apoio internacional (exceto pelos EUA), agora é que a pressão pela queda se fará sentir mais pesadamente.

Autor: Juarez Silva (Manaus)

Analista de T.I, Prof. Universitário, Tít. de Especialista em Educação a Distância (Univ. Católica de Brasília), Certificação em História e Cultura africana e afrobrasileira (FINOM-MG) e em Direitos Humanos e Mediação de Conflitos (SEEDH- Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República), Mestre em História Social pela UFAM - Universidade Federal do Amazonas, Ex-Conselheiro Estadual de DH; Analista Judiciário do Quadro efetivo do Tribunal de Justiça do Amazonas. Ativista dos Movimentos Negros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s