Blog do Juarez

Um espaço SELF-MEDIA

O passamento de Edialeda Nascimento

Deixe um comentário

Dra. Edialeda Salgado Nascimento   (1941-2010)

Registrando com algum atraso, devido ao período sem internet, mas não poderia deixar de faze-lo.

A Dra. Edialeda Salgado do Nascimento, faleceu aos 69 anos, no Rio de janeiro de infarto fulminante na tarde do último dia 30 de janeiro.

Ícone do movimento negro brasileiro e destacada dirigente do PDT, carismática e muito combativa, cativava pela simplicidade e simpatia, apesar da grande cultura e vivência internacional e junto a poderosos.

Tive a oportunidade de conhece-la e ciceronea-la quando de sua visita à Manaus em 2007 e também estive com ela em reunião de trabalho na DRT  em sua última visita no ano passado; Edialeda junto com Abdias do Nascimento e outras lideranças, foi responsável pelo ressurgimento político do movimento negro no pós-regime militar; gostava de contar que já mãe de quatro filhos acalentava o sonho de se tornar Médica, certa feita através de um conhecido influente tentou conquistar uma bolsa em uma universidade privada, ao que o Reitor ao saber se tratar de uma mulher negra e com filhos ofereceu em vez disso um emprego de cozinheira na casa dele…, oferta obviamente recusada.

Abaixo, um resumo de quem foi  Dra. Edialeda  e da sua importância no cenário nacional e em especial na luta da negritude:

Edialeda nasceu no Rio de Janeiro. Graduou-se em medicina pela Universidade de Valença (RJ). em 1973, Médica, ginecologista foi primeira mulher negra a assumir uma Secretaria de Estado no Brasil. (grifo nosso: Edialeda, era fluente em Inglês, Espanhol, Italiano e Francês, fez pós-graduação na Itália.).

Sua participação em governos remonta a experiência ao integrar o gabinete civil do Presidente João Goulart entre os anos de 1961 a1964.  Uma das fundadoras do PDT (Partido Democrático Trabalhista), foi convidada, em 1983, pelo então governador Leonel Brizola, a assumir a Secretaria de Estado da Promoção Social, função até então jamais ocupada por uma mulher negra. Teve participação de destaque também na criação do Centro de Memória Afro-Brasileira do Rio de Janeiro, em que foi presidente. (Foi também 1o suplente de Senador (mandato de Leonel Brizola) e candidata a Deputada Federal no RJ, representou o PDT em eventos na França, Grécia, China, etc…)

A Doutora Edialeda do Nascimento foi figura determinante no movimento de conquistas das mulheres negras em diferentes espaços políticos e institucionais. Foi organizadora e conferencista do I Congresso de Mulheres Negras das Américas, realizado em 1984, no Equador. Participou como conferencista de dezenas de congressos realizados na América Latina, Estados Unidos e Europa sobre a questão do negro e da mulher.

No ano de 2005 recebeu do então governador do Estado de Alagoas Ronaldo Lessa a Ordem do Mérito dos Palmares. (fonte: Mulher 500 anos  por trás dos panos – Dicionário Mulheres do Brasil – Volume II).

Grande perda para o cenário político e para os movimentos negro e de mulheres.

Autor: Juarez Silva (Manaus)

Analista de T.I, Prof. Universitário, Tít. de Especialista em Educação a Distância (Univ. Católica de Brasília), Certificação em História e Cultura africana e afrobrasileira (FINOM-MG) e em Direitos Humanos e Mediação de Conflitos (SEEDH- Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República), Mestre em História Social pela UFAM - Universidade Federal do Amazonas, Ex-Conselheiro Estadual de DH; Analista Judiciário do Quadro efetivo do Tribunal de Justiça do Amazonas. Ativista dos Movimentos Negros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s